Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Flashback

O estranho pedido de desculpas de Mark Chapman após matar John Lennon

Produção do Apple TV+, John Lennon - Assassinato Sem Julgamento conta com entrevistas de testemunhas do crime e imagens inéditas do infame assassinato

Mark Chapman (Foto: ASSOCIATED PRESS) e John Lennon (Foto: AP)
Mark Chapman (Foto: ASSOCIATED PRESS) e John Lennon (Foto: AP)

Uma das histórias mais trágicas do mundo da música, o assassinato de John Lennon em 8 de dezembro de 1980 é um tópico discutido e explorado até hoje. Agora, uma série documental do Apple TV+ reporta como o responsável pelo crime, Mark David Chapman, teria feito um pedido de desculpas estranho logo após a morte.

Intitulada John Lennon - Assassinato Sem Julgamento, a produção chegará ao catálogo do streaming em 6 de dezembro de 2023. Dividida em três partes e narrada por Kiefer Sutherland, a narrativa analisa o crime e as consequências. O assassinato aconteceu na frente do prédio do qual Lennon morava, em Nova York, Estados Unidos.

+++LEIA MAIS: John Lennon: Relembre morte do ex-Beatle e quem foi o assassino Mark Chapman [FLASHBACK]

Os responsáveis pela série documental "receberam extensas solicitações da Lei de Liberdade de Informação do Departamento de Polícia de Nova York, do Conselho de Liberdade Condicional e do Ministério Público." Entrevistados incluem detetives, promotores, amigos do cantor e advogados de defesa, por exemplo, além de exibir fotos inéditas da cena do crime.

Além disso, a equipe de John Lennon - Assassinato Sem Julgamento também conversou com Yoko Ono, Dra. Naomi Goldstein (psiquiatra responsável por analisar Chapman), Jay Hastings (porteiro do prédio de John Lennon que ouviu as últimas palavras dele), David Suggs (advogado de defesa de Chapman), Elliot Mintz (amigo de Lennon) e Richard Peterson (motorista de táxi que testemunhou o crime).

+++LEIA MAIS: Por que Måneskin lançou música com nome de assassino de John Lennon

Em trailer publicado no YouTube, uma das testemunhas relatou como, após atirar fatalmente em Lennon, Chapman interagiu com algumas pessoas ao redor. "Ele realmente se desculpou conosco. Ele disse: 'Puxa, desculpe-me por estragar sua noite,'" disse. Na época, ele respondeu ao criminoso: "Você deve estar brincando comigo, você acabou de arruinar toda a sua vida."

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!