Oi? Cientistas apontam que há 50% de chance de estarmos vivendo em uma simulação

Alô, fãs de ficção científica e amantes de conspirações!

Redação Publicado em 23/10/2020, às 16h37

None
Cena de Matrix (Foto: Reprodução)

Alô, fãs de ficção científica e amantes das conspirações! Um relatório da Popular Mechanics, publicado na revista Scientific American (via IGN), revelou como cientistas apontam que há 50% de chance de estarmos vivendo em uma simulação.

David Kipping, astrônomo da Universidade de Columbia, analisou o trabalho acadêmico de 2003 do filósofo Nick Bostrom. Segundo o projeto, há 50.222222% de chance dos humanos serem reais e 49.777778% de estarmos em uma simulação.

+++ LEIA MAIS: Atriz de Matrix 4 acredita que o filme vai 'mudar a indústria'

Bostrom comentou: “Eu argumentaria que pelo menos uma das seguintes afirmações é verdadeira: (1): a espécie humana muito provavelmente vai entrar em extinção antes do início de uma era 'pós-humana'; (2): qualquer civilização pós-humana tem chances muito baixas de rodas um número significativo de simulações de sua história evolutiva”.

O pesquisador continua: "(3): quase certamente estamos vivendo em uma simulação de computador. Segue-se que a crença de que há uma chance significativa de um dia nos tornarmos pós-humanos que executam simulações de ancestrais é falsa, a menos que estejamos atualmente vivendo em uma simulação".

+++ LEIA MAIS: De Matrix a O Exterminador do Futuro: Por que amamos filmes com futuros distópicos e apocalípticos?

A teoria da simulação de Bostrom se concentra no poder da computação, bem semelhante ao enredo de Matrix.

Ele ainda cita que, caso a humanidade não consiga criar uma simulação própria com seres conscientes, então a probabilidade de vivermos em uma simulação tende pro 'sim'


+++ XAMÃ: ‘SE VOCÊ NÃO SENTE NADA COM UMA MÚSICA, É PORQUE TEM ALGUMA COISA ERRADA' | ROLLING STONE BRASIL