'Pior show do Nirvana foi no Brasil', afirma João Gordo

Em 1993, João Gordo acompanhou de perto a passagem do Nirvana por São Paulo. "Rolava muita droga, muita loucura," disse o cantor

Redação Publicado em 25/09/2021, às 12h00

None
João Gordo e Kurt Cobain em São Paulo (Foto: arquivo João Gordo)

Em janeiro de 1993, a banda Nirvana fez dois shows no Brasil: o primeiro no dia 16, no Estádio do Morumbi, em São Paulo, e o outro em 23 na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro. Segundo João Gordo, do grupo punk Ratos de Porão, a apresentação na capital paulista foi a pior da carreira do trio liderado por Kurt Cobain.

João Gordo teve o privilégio de acompanhar de perto a passagem do Nirvana por São Paulo, pois ele já conhecia Dave Grohl de tempos antigos e ficou amigo de todos os integrantes, em especial de Kurt Cobain e Courtney Love. O ícone punk brasuca ainda foi convidado a anunciar o show no microfone antes da banda entrar no palco. 

+++ LEIA MAIS: Nirvana: ‘Mistura de punk com Beatles’, diz João Gordo sobre Nevermind 

"O show do Nirvana foi o pior da carreira deles, porque a gente contou para o Kurt que o festival era de uma marca de cigarro", relembrou João Gordo em entrevista de 2013 para o site da revista Noize. "Por causa disso ele desafinou, cuspiu, mostrou o pinto ao vivo. Foi a maior doideira, maior foda, e o show foi uma bosta," afirmou. 

O vocalista do Ratos de Porão continuou: "Tem gente que achou o show lindo. Eu, particularmente, achei uma porcaria. Os caras tirando cover, todos parados, aquela cara de triste, tá ligado? Para quem estava esperando a maior energia, o show deles aqui no Hollywood Rock foi tosco demais." 

Na época, Nevermind, lançado em 24 de setembro de 1991, já era um sucesso estrondoso e dominava as paradas, as rádios e as MTVs, principalmente com o single "Smells Like Teen Spirit," tão esperado nos shows do Brasil. 

'Eles tocaram 'Smells Like Teen Spirt' com o Flea [do Red Hot Chili Peppers] fazendo o solo no trompete e foi horrível, desafinado, foi a maior decepção da galera, com certeza. E essa era a mais aguardada pelo público," recordou João Gordo

+++ LEIA MAIS: Nirvana: 7 curiosidades sobre Nevermind; baixa expectativa, plágio e briga com diretor de clipe [LISTA]

Pós-Show e noitada

Após o concerto, Kurt Cobain e Courtney Love foram apresentados à noite paulistana por João Gordo, que os levou para dançar em uma casa noturna da cidade, inclusive, com todos fazendo o uso de cocaína até às 10h do dia seguinte, segundo relatou o brasileiro.

"Eu fiquei junto com o Kurt Cobain e a Courtney Love o tempo inteiro, cara. Rolava muita droga, muita loucura e foi muito bom conhecer esse pessoal," finalizou Gordo

As informações são da Noize