Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Eita!

Pôster de FKA Twigs com Calvin Klein é banido por 'poder causar ofensa grave'

Campanha de Calvin Klein com FKA Twigs foi tida como 'excessivamente sexualizada'; marca disse que campanha tem 'mensagem progressista e esclarecida'

FKA Twigs em campanha para Calvin Klein (Foto: Mert & Marcus for Calvin Klein Spring 2023)
FKA Twigs em campanha para Calvin Klein (Foto: Mert & Marcus for Calvin Klein Spring 2023)

Lançada em março de 2023, uma campanha publicitária de Calvin Klein com FKA Twigs, cantora de hits como "cellophane," "Two Weeks" e "tears in the club," teve pôster banido por "poder causar ofensa grave" ao objetificar mulheres. As informações são do The Times.

O pôster em questão a artista fazendo pose com uma camisa jeans pendurada em um ombro – deixando a lateral das nádegas e metade de um seio exposta. Porém, Advertising Standards Authority (ASA) recebeu duas reclamações sobre a imagem da campanha, e cada uma argumentou como a representação de Twigs era "excessivamente sexualizada" e ofendeu ao objetificar as mulheres. A instituição confirmou ambas as queixas.

+++LEIA MAIS: Sia e FKA Twigs denunciam Shia LaBeouf por comportamento abusivo

Ao The Times, ASA publicou uma declaração. "Consideramos que a composição da imagem colocou o foco dos espectadores no corpo da modelo e não nas roupas anunciadas. O anúncio usava nudez e centrava-se nas características físicas de FKA Twigs, e não nas roupas, enquanto a apresentava como um objeto sexual estereotipado," afirmou.

Além disso, a instituição explicou como a nudez envolvida "deu à imagem uma abertura sexual geral" e determinou que não era adequada para exibição de forma não direcionada. Segundo ASA, a campanha foi irresponsável e "suscetível de causar ofensa grave." Calvin Klein também foi orientada a não publicar a imagem novamente.

+++LEIA MAIS: FKA Twigs fala sobre ter sido vítima de racismo dos fãs de Robert Pattinson

Até o momento, a empresa e a cantora não se pronunciaram sobre a proibição. No entanto, quando as reclamações surgiram, a marca explicou como a propaganda mostrava FKA Twigs "empoderada" em vez de objetificada, assim como as "áreas sensíveis do corpo" foram cobertas e a imagem mostrava o mesmo grau de nudez que usaram em campanhas anteriores. Por fim, Calvin Klein alegou como a campanha continha uma "mensagem progressista e esclarecida."

Já à Rolling Stone EUA, a cantora relembrou como se sentiu "forte" durante o ensaio fotográfico: "Fazer [esta campanha] significa que posso ser quem sou – uma mulher forte. Isso não vai entrar e sair de moda. Quando eu tiver 60 anos e tiver netos, posso mostrar-lhes estas fotos e dizer: 'Sua avó era forte.'"

+++LEIA MAIS: Com canções repletas de erotismo, FKA Twigs se firmou como uma das revelações musicais de 2014