R. Kelly pede fiança para poder sair com as duas namoradas

Em 2019, R. Kelly foi preso por abuso sexual - e pediu fiança para poder sair com as namoradas

Redação Publicado em 01/10/2019, às 17h38 - Atualizado em 06/10/2021, às 19h40

None
Cantor R. Kelly (Foto: Amr Alfiky / AP)

Após ser preso por acusações de abuso sexual em 2019, R. Kelly se reuniu com o advogado de defesa para pedir fiança e conseguir sair com as duas namoradas. Segundo o The Guardian, o advogado Steve Greenberg entrou com uma moção em Nova York, EUA. Ele pedia pela libertação do músico da prisão porque as visitas do artista eram restritas.

Além disso, Greenberg afirmou que apenas uma das namoradas de R. Kelly era autorizada a estar na lista de visita do músico. E, após 90 dias era preciso mudar o nome listado. O advogado também disse que “nenhum amigo ou colega profissional eram permitidos para visitas."

+++ LEIA MAIS: R. Kelly é acusado de trocar favores sexuais por ingressos VIP de show

O pedido de liberação de R. Kelly ainda apontava sobre os problemas de saúde que o músico estava enfrentando na prisão na época. O advogado disse que o artista estava sofrendo com ataques de ansiedade, dormência nas mãos e uma hérnia não tratada.

Para conseguir a liberação, o advogado confirmou que R. Kelly não apresentará risco de sair do país norte-americano, além de não apresentar ameaças para as vítimas do músico.

+++ LEIA MAIS: R Kelly recebe 11 novas acusações de abuso sexual

No começo de agosto de 2019, Kelly se declarou inocente das acusações realizadas em Nova York, e teve sua fiança negada no caso. No entanto, ele também foi condenado por pornografia infantil, aliciamento de menor e conspiração para obstruir a justiça.

Mais polêmicas de R. Kelly

Em setembro de 2021, o cantor foi condenado por tráfico sexual de mulheres e menores de idade. R. Kelly foi acusado de liderar um esquema ilegal de recrutamento de mulheres e menores de idade para atividades sexuais, no qual supostamente comandaria um séquito de empresários e funcionários para recrutar meninas e mulheres para terem relações sexuais com ele.

+++ LEIA MAIS: R. Kelly quer 'lutar por liberdade' após ser condenado por tráfico sexual

O cantor também foi acusado de reproduzir pornografia infantil e violar a Lei Mann, a qual proíbe o transporte de pessoas para fazer sexo além de limites estaduais. Ele negou todas as acusações.