Rolling Stones prestam homenagem a B.B. King em transmissão no Twitter

"É triste que não poderemos vê-lo ao vivo novamente”, disse Mick Jagger

Redação Publicado em 19/05/2015, às 11h33 - Atualizado às 12h37

Mick Jagger em show na Suécia.

Ver Galeria
(3 imagens)

Na última segunda-feira, 18, durante sessão de perguntas e respostas transmitida via Twitter, os membros do Rolling Stones prestaram homenagem a B.B. King, morto na última quinta, 14, após sofrer uma série de derrames em decorrência da diabetes. O evento online foi realizado pelos artistas para divulgar o relançamento de Sticky Fingers, que chegou às lojas originalmente em 1971.

Rolling Stones liberam versão alternativa de “Bitch”, que estará no relançamento de Sticky Fingers.

Durante a sessão, os Stones foram questionados sobre as memórias que tinham ao lado do bluesman. “Eu estava olhando para uma foto que tiramos no backstage do Madison Square Garden, em 1969”, contou Mick Jagger. “Ele participou de diversas apresentações daquela turnê. A última vez em que tocamos juntos foi em um show de blues na Casa Branca. Ele teve uma grande carreira. É triste que não poderemos vê-lo ao vivo novamente”, completou o vocalista.

Rolling Stones em dez videoclipes.

O guitarrista Keith Richards ainda afirmou que King foi “um dos maiores”. “Ele era uma pessoa incrível, um verdadeiro cavalheiro, vamos sentir falta de B.B. King. Felizmente, ainda temos os discos dele. Até logo, B.B.”, finalizou o músico.

Estudo britânico diz que hip-hop teve mais influência do que Beatles e Stones nos EUA.

Em outro momento, o grupo falou sobre a nova edição de Sticky Fingers. Foi revelado que o registro será acompanhado de um álbum ao vivo, uma cover de “Brown Sugar” e um zíper na capa do disco. Além disso, Mick Jagger afirmou que Jay Z é o rapper favorito dele, enquanto o baterista Charlie Watts jurou nunca criará uma conta no Twitter.

Relançamento de Sticky Fingers

O relançamento de Sticky Fingers – disco que traz faixas como “Brown Sugar”, “Wild Horses”, “Dead Flowers”, “Bitch” e “Can't You Hear Me Knocking” – será feito em diversos formatos, do básico CD simples até caixas diversas.

Relembre dez grandes encontros da história do rock.

A edição de luxo trará versões inéditas de “Bitch”, “Can't You Hear Me Knocking” e “Dead Flowers”, além de “Wild Horses” em formato acústico (áudio acima).

A reedição de Sticky Fingers traz ainda cinco faixas que o grupo gravou em uma performance ao vivo no Roundhouse, de Londres, em 1971, contando com registros de “Honky Tonk Women” e “Midnight Rambler”.

Rolling Stones 50 anos: uma carreira em fotos.

A versão super de luxo, por sua vez, tem Get Yer Leeds Lungs Out!, gravação de 13 faixas de um show dos Rolling Stones em Leeds, na Inglaterra, em março de 1972. De Sticky Fingers, o ao vivo traz “Brown Sugar”, “Bitch” e “Dead Flowers”.

Esta edição ainda conta com um livro de 120 páginas com anotações e informações sobre as músicas, além de diversas fotografias raras ou até inéditas, pôsteres e uma capa com zíper real, como o da capa do álbum original. Os novos Sticky Fingers chegam às lojas em 26 de maio.

Abaixo, veja o lyric vídeo de “Wild Horses”, em versão também inédita, entoada apenas por Mick Jagger – sem os marcantes backing vocals.