Semana de Arte Moderna: 4 livros para quem deseja entender a manifestação artístico-cultural

Selecionamos 4 livros para quem deseja se aprofundar na Semana de 22

Redação Publicado em 17/02/2021, às 14h00

Selecionamos 4 livros para quem deseja se aprofundar na Semana de 22
Reprodução/Amazon

Você provavelmente já ouviu falar sobre a Semana de Arte Moderna, não é mesmo? A manifestação artístico-cultural aconteceu em São Paulo, no Theatro Municipal, entre os dias 13 a 18 de fevereiro de 1922. Também chamado de “Semana de 22”, o evento se tornou um marco na história do país, já que deu maior visibilidade ao modernismo e rompeu com antigas formas de arte que predominavam desde o século XIX.

Com o objetivo de transformar a visão de arte no Brasil e trazer novas tendências, diversos artistas se reuniram para apresentar ideias e conceitos artísticos, como poesia através da declamação, artes plásticas exibidas em telas, músicas por meio de concertos, esculturas modernas e muito mais. 

Na época, o movimento foi alvo de críticas e gerou um impacto negativo em grande parte da população. As pessoas ficaram desconfortáveis com as apresentações e não entendiam a nova proposta de arte. Por isso, artistas envolvidos - grandes nomes como Mário de Andrade, Graça Aranha, Anita Malfatti e muitos outros - acabaram sendo considerados “loucos”.

No entanto, apesar de todos os debates, críticas e polêmicas envolvidas na manifestação, a Semana de 22 ganhou, ao longo dos anos, uma enorme notoriedade no mundo da arte e tornou-se um verdadeiro divisor de águas na cultura brasileira. Se você deseja se aprofundar mais no tema, nós podemos te ajudar! Preparamos uma lista com 4 livros incríveis que vão garantir leituras enriquecedoras. Dá uma olhada: 

1. 1922: escrito pelo jornalista Marcos Augusto Gonçalves, ‘1922’ possui uma narrativa fluente, elegante e crítica que mistura perfeitamente linguagem jornalística e relato histórico. O autor dá vida aos personagens e descreve as jornadas que animaram o Teatro Municipal nos dias 13, 15 e 17 de fevereiro de 1922, durante a Semana de Arte Moderna.  - https://amzn.to/2OL5H8a

2. 22 por 22 - A Semana de Arte Moderna Vista Pelos Seus Contemporâneos: o marco inicial da mudança profunda que as artes brasileiras sofreram, aconteceu na Semana de Arte Moderna. Porém, os termos em que se deram os debates em torno da implantação do modernismo acabaram ficando esquecidos. Esse livro incrível reúne diversos textos que foram publicados originalmente em jornais de São Paulo e Rio de Janeiro ao longo daquele ano. A leitura é uma ótima oportunidade de descobrir o que foi dito pela imprensa da época. - https://amzn.to/3bcSPPN

3. Semana de 22 - entre vaias e aplausos: “por que um evento que acarretou um prejuízo considerável a seus organizadores, foi difamado por boa parte da imprensa da época, recebeu mais vaias que aplausos continua despertando tanto interesse?” Para responder essa pergunta, a autora analisou todo o universo intelectual da época, um grande número de documentos e uma vasta bibliografia sobre a Semana de 22. Com um texto jornalístico leve e interessante, neste livro, ela se propõe a desmistificar a Semana de Arte Moderna. - https://amzn.to/3u0bPtc 

4. Arte Moderna no Brasil - Constituição e Desenvolvimento nas Artes Visuais (1900-1950): escrito por Icléia Cattani, este livro é essencial para o conhecimento do Movimento da Arte Moderna no Brasil. Com uma linguagem clara e objetiva, a obra apresenta a constituição e desenvolvimento nas artes visuais (1900-1950) e todos os detalhes da Semana de Arte Moderna de 1922. - https://amzn.to/2NdGWky

Vale lembrar que os preços disponíveis condizem com o site da Amazon. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a Rolling Stone pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/3d5KDAX 

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/2UbsHfD