Sheryl Crow diz que foi assediada sexualmente por empresário de Michael Jackson

Em entrevista, Sheryl Crow alegou que Frank DiLeo a assediou sexualmente e jurou sabotar sua carreira se ela não cumprisse os pedidos

Itaici Brunetti Publicado em 14/06/2021, às 09h35

None
Sheryl Crow (Foto: Sanford Myers/AP Images)

Sheryl Crow relembrou de quando fez uma turnê com Michael Jackson, em 1987, abrindo os shows do Rei do Pop durante 18 meses. Segundo revelou a cantora, Frank DiLeo, empresário de Michael na época, a assediou sexualmente e a ameaçou sabotar sua carreira.

Em entrevista ao The Independent em que Sheryl Crow falou sobre o movimento #MeToo, ela disse: "Ser capaz de cantar aquelas coisas sobre a longa crise de assédio sexual que suportei durante a turnê de Michael Jackson, e falar sobre isso no meio do movimento #MeToo, faz parecer que percorremos um longo caminho, mas ainda não chegamos lá." 

+++LEIA MAIS: Por que Michael Jackson comprou o catálogo dos Beatles em 1980?

A cantora de 59 anos prosseguiu: "É realmente interessante olhar para o passado e revisitar algumas dessas coisas, dessas experiências antigas e o que vieram junto com elas, e então compará-las com onde estamos agora."

De acordo com o artigo, Sheryl Crow alegou que Frank DiLeo a assediou sexualmente várias vezes e jurou sabotar a sua carreira se ela não cumprisse seus pedidos.

A primeira vez que Crowtocou publicamente no assunto foi em sua autobiografia, Words + Music, lançada em 2020. "Foi a primeira vez que falei sobre isso e me senti muito desconfortável, mas pareceu, para mim, muito mais poderoso ser capaz de falar sobre isso e cantar a música que foi inspirada por isso," disse ela.

+++LEIA MAIS: Michael Jackson era obcecado por Diana Ross e ‘deixou os filhos para ela no testamento’; entenda

Ao finalizar o assunto, Sheryl Crow ressaltou: "A ingenuidade é uma coisa tão linda. Foi incrível em todos os sentidos para uma jovem de cidade muito pequena ver o mundo e poder trabalhar com a maior estrela pop. Mas também fiz um curso intensivo na indústria da música." 

Frank DiLeo morreu em agosto de 2011 após uma cirurgia cardíaca aos 63 anos. Ele foi ator e gerenciou a carreira de Michael Jacksonde 1984 a 1989.

As informações são do NME


+++ URIAS: 'AS PESSOAS ESTÃO COMEÇANDO A ENTENDER MAIS DE MIM' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL