Pulse

Tom Holland quer mais representatividade na Marvel: O mundo não é só sobre caras brancos

"Os filmes precisam representar mais de um tipo de pessoa", fala o astro de Homem-Aranha: Longe de Casa

Redação Publicado em 01/07/2019, às 16h52

None
Tom Holland (Foto: AP Photo/Lee Jin-man)

Em uma recente entrevista ao jornal The Sunday Times, o astro que interpreta Peter ParkerTom Holland, em Homem-Aranha: Longe de Casa disse que a Marvel precisa de um personagem que não seja branco e hétero.

"O mundo não é feito de caras brancos e hetéros", diz o ator sobre os personagens da Marvel. "Os filmes precisam representar mais de um tipo de pessoa." 

+++ LEIA MAIS: Para a crítica, Tom Holland é o melhor Homem-Aranha até hoje

Quando questionado se haveria um super-herói LGBTQ+ nos próximos filmes, Holland respondeu "Sim, claro. Com certeza teremos [personagens LGBTQ+]. Eu não posso falar sobre o futuro de algum personagem, porque honestamente eu não sei e está fora das minhas mãos."

"Mas sei muito sobre o futuro da Marvel, e eles vão representar muitas pessoas diferentes nos próximos anos". 

A resposta de Holland é uma resposta ao primeiro personagem abertamente homossexual da produtora, que inclusive, foi interpretada por um dos diretores, Joe Russo, em uma pequena participação. 

+++ LEIA MAIS: Spoilers: Como Vingadores: Ultimato transformou a vida de Peter Parker em Homem-Aranha: Longe de Casa

A diretora do elenco dos filmes da Marvel, Sarah Halley Finn, desde o Homem de Ferro revelou que veríamos outros rostos nos filmes. "Vocês verão ainda mais caras novas – e rostos de diferentes origens, todas as idades, todas as etnias, LGBTQ..." 

"É uma prioridade aumentar a representação a atores que tradicionalmente não são representados nos filmes convencionais." 

Homem-Aranha: Longe de Casa estreia no dia 4 de julho. Assista o trailer abaixo: