Vocalista do Mars Volta acusa cientologistas de matarem o cachorro dele depois de crítica

O músico e a esposa, Chrissie Carnell Bixler, entraram, em agosto, com uma ação judicial contra cientologistas por stalking, invasão de privacidade e outras ocorrências ilegais

Redação Publicado em 24/01/2020, às 16h43 - Atualizado às 17h12

None
Cedric Bixler-Zavala (Foto: AP Photo/Jack Plunkett) e Danny Masterston (Foto: Annie I. Bang /Invision/AP)

O ator Danny Masterson e Igreja de Cientologia foram acusados de envenenar os cachorros de Cedric Bixler-Zavala e da esposa Chrissie Carnell Bixler. Em uma série de publicações no Instagram desde a última quarta, 22, o vocalista de Mars Volta, assim como a atriz, alegaram que os animais ingeriram veneno colocado propositalmente em pedaços de carne crua.

+++LEIA MAIS: Astro de That 70s Show, Danny Masterson é processado por abuso sexual

A ação criminosa foi atribuída pelo casal à Igreja de Cientologia. Na legenda da imagem da carne crua com o veneno Bixler-Zavala escreveu: "Estou no veterinário lidando com outro animal ferido. Isso é o que estou encontrando no quintal. Isso é o que Cientologia faz quando você fala sobre os predadores que eles protegem".

Em outra publicação, com a imagem do cachorro envenenado, o músico escreveu: "Tivemos que deixá-la ir hoje. Isso foi o resultado de comer veneno de rato enrolado em carne crua".

+++LEIA MAIS: Diretor de O Quinto Elemento nega acusação de abuso sexual, mas assume ter cometido erros no passado

O músico continuou: "É o segundo cachorro que temos que deixar ir devido ao assédio de investigadores particulares e cientologistas. Isso nos faz mais fortes. Meus meninos a chamavam de biscoito. Eles ainda não entendem o que está acontecendo. Dissemos adeus a ela e a deixamos ir em paz". 

Em agosto, o casal entrou com uma ação judicial contra Masterson e a Igreja de Cientologia alegando stalking, invasão de privacidade e inflição intencional de sofrimento emocional. Ao The Hollywood Reporter, o ator disse que a ação ia "além do ridículo", e que o "público finalmente conseguiria aprender a verdade".

Chrissie Carnell Bixler é uma das várias mulheres que acusou Danny Masterson de assédio sexual em 2017. Duas das acusadoras estão prestando queixas tanto ao astro quanto à Igreja.

Além disso, as ocorrências ilegais inseridas na ação incluem gravações sem consentimento, veículos estacionados na frente de suas casas fazendo vigias, carros vandalizados, assédio online, cartões de créditos foram fraudados e perseguição - tudo com o objetivo de silenciar as vítimas. 

Em declaração ao The Hollywood Reporter, a Igreja argumentou: "Essas alegações são completamente falsas e insanas. Os Bixlers inventaram as mentiras mais ultrajantes e agora estão usando o Instagram como um canal para o seu mais recente golpe publicitário alucinatório".


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL