Assassino do Zodíaco: 3 verdades e 3 mentiras no filme com Robert Downey Jr., Mark Rufallo e Jake Gyllenhaal [LISTA]

Apesar de ser baseado em história real, nem tudo no filme sobre existem verdades e mentiras em filme sobre Assassino do Zodíaco

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 06/10/2021, às 18h12

None
Robert Downey Jr. em Zodíaco, de David Fincher (Foto: Divulgação)

Após cinco décadas, a identidade do Assassino do Zodíaco foi finalmente identificada por uma equipe de investigação independente, composta por detetives, jornalistas e oficiais de inteligência militar. A história se tornou mundialmente conhecida, inspirando sucessos de Hollywood como Zodíaco (2007), dirigido por David Fincher.

Embora seja ficção, boa parte da trama apresentada no filme corresponde aos eventos que realmente aconteceram, desde alguns detalhes das investigações até personagens envolvidos no caso. No entanto, nem tudo é verdadeiro. Por isso, confira o que aconteceu e o que é mentira em Zodíaco, de acordo com Screen Rant.

+++ LEIA MAIS: Zodíaco: Assassino que inspirou filme com Mark Ruffalo e Robert Downey Jr. é identificado 50 anos depois


Verdade: Obsessão De Robert Graysmith

O foco principal do filme é Robert Graysmith (Jake Gyllenhaal), cartunista do The Chronicle, um dos jornais que o Assassino do Zodíaco se comunicava. Ele ficou tão envolvido no caso que decidiu investigá-lo por conta própria, criando uma obsessão nada saudável e o tomando conta da vida pessoal, algo que aconteceu com verdadeiro Graysmith.


Mentira: Paul Avery

Por outro lado, boa parte da história de Paul Avery (Robert Downey Jr.) foi amplamente inventada para o filme. Ele aparece enfrentando problemas de saúde e vivendo de forma reclusa, obcecado com assassinos, algo que pessoas próximas ao verdadeiro Avery relataram como impreciso.

+++ LEIA MAIS: Por que Robert Downey Jr. deixou jarros com urina no set de Zodíaco?


Verdade: Arthur Leigh Allen como suspeito

A história se concentra em um dos principais suspeitos, Arthur Leigh Allen (John Carroll Lynch) e mostra como o detetive Dave Toschi (Mark Ruffalo) tem várias provas contra ele. Muitas das evidências apresentadas eram reais, como as botas que combinavam com as pegadas da cena do crime e o relógio com símbolo do Zodíaco.


Mentira: Código na carta

O filme mostra uma carta enviada pelo assassino com um código que revelaria sua identidade. Apesar do nível de dificuldade, ele foi desvendado por um professor e a esposa alguns dias após ser publicado. No entanto, o longa deixa de fora o fato desse homem ter sido suspeito dos crimes por um período por conta da facilidade em quebrar o código.

+++ LEIA MAIS: Por que Robert Downey Jr. ficou estressado com David Fincher nas filmagens de Zodíaco?


Verdade: Zodíaco ao vivo na televisão

O longa faz um ótimo trabalho ao mostrar como o mundo ficou obcecado com a história do Assassino do Zodíaco e um ótimo exemplo disso é quando ele liga para um programa de notícias ao vivo para falar com Melvin Belli (Brian Cox). Apesar de parecer uma ideia um pouco absurda, isso realmente aconteceu, embora não tenha sido identificado se realmente era ele.


Mentira: Outros suspeitos

Embora a obra não chegue a nenhuma conclusão sobre o caso, sugere fortemente que Arthur Leigh Allen foi o Assassino do Zodíaco. No entanto, haviam outros suspeitos importantes que ficaram de fora do filme e detalhes sobre as investigações que também não foram incluídos.

+++ LEIA MAIS: De Zodíaco a 12 anos de Escravidão: 6 filmes inacreditáveis baseados em histórias reais [LISTA]