Charisma Carpenter, de Buffy, rebate comentários de Joss Whedon: 'Ex-chefe narcisista tirânico'

Atriz trabalhou com o diretor no set de Buffy the Vampire Slayer e de Angel; Charisma Carpenter volta a demonstrar apoio a Ray Fisher

Redação Publicado em 20/01/2022, às 10h23

None
Charisma Carpenter e Joss Whedon (Foto 1: Reprodução | Foto 2: Michael Tullberg/Getty Images)

Charisma Carpenter, atriz que interpretou Cordelia Chase em Buffy the Vampire Slayer e Angel, e trabalhou com Joss Whedon nos bastidores de ambas as produções, voltou a demonstrar apoio ao elenco de Liga da Justiça (2017), que segue expondo os comportamentos abusivos do diretor.

Nesta semana, Whedon se manifestou acerca das acusações, negando todas as declarações sobre ele e, inclusive, criticando o elenco de Liga da Justiça, dizendo: "Nunca trabalhei com um grupo tão rude de atores." No entanto, novas denúncias contra o diretor seguem aparecendo nas redes sociais.

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: Joss Whedon nega acusações de Ray Fisher e critica elenco do filme; entenda

A atriz de Buffy the Vampire Slayer voltou a defender o elenco do filme da DC. No Twitter, ela escreveu após o diretor se pronunciar: "Eu estou com Ray Fisher. A ‘força malévola’ e o ‘mau ator em ambos os sentidos’ que envenenou minha mente fraca com chavões da moda e ideias corruptas sobre minhas experiências com um ex-chefe narcisista tirânico que é incapaz de ser responsável e apenas se desculpar."

"Acredito que Gal Gadot não só entende ameaças de acabar com sua carreira em inglês, mas também em hebraico e árabe. Possivelmente francês, espanhol e italiano também," acrescentou sobre os comentários de Whedon em relação à atriz responsável pela Mulher-Maravilha

+++LEIA MAIS: Charisma Carpenter, atriz de Buffy the Vampire Slayer, acusa Joss Whedon de comportamento abusivo e declara apoio a Ray Fisher

Veja as publicações de Charisma Carpenter:

Ray Fisher usou o Twitter para defender as publicações de Charisma Carpenter. Ele escreveu: "Eu estou do lado de Charisma Carpenter que (como este “mau ator em ambos os sentidos”) não tem agência para determinar questões de abuso ou raça, mas é guiada pela influência de um homem branco marionetista. A NY Magazine e Lila Pearl deveriam ter vergonha de regurgitar uma bobagem dessas." Veja:

+++LEIA MAIS: Ray Fisher exige resultados completos da investigação da Warner Bros. sobre comportamento de Joss Whedon no set de Liga da Justiça


Polêmicas de Liga da Justiça

Em julho de 2020, Fisher, em uma série de publicações nas redes sociais, acusou o cineasta de comportamento abusivo no set de filmagem. O ator também afirmou que Whedon clareou digitalmente o tom de pele de atores negros na pós-produção do filme.


Gal Gadot (Mulher-Maravilha) também criticou a postura do cineasta. De acordo com um artigo do The Hollywood Reporter, o diretor tinha diversos conflitos com a atriz por divergentes opiniões, além de pressioná-la constantemente e ameaçar a carreira dela.

+++LEIA MAIS: Deborah Snyder, produtora de Liga da Justiça, reportou comportamento de Joss Whedon à Warner