Liga da Justiça: Estúdio pediu para Joss Whedon 'consertar' filme de Zack Snyder, diz diretor

Joss Whedon falou sobre as polêmicas envolvendo o comportamento dele no set de Liga da Justiça

Redação Publicado em 18/01/2022, às 10h52

None
Joss Whedon (Foto: Michael Tullberg / Getty Images) | Zack Snyder (Foto: Getty Images / Mike Coppola / Equipe)

O diretor Joss Whedon, quem substituiu Zack Snyder em Liga da Justiça (2017), passou a responder às acusações de atores acerca do comportamento abusivo dele no set de filmagem do longa-metragem da DC. "Nunca trabalhei com um grupo tão rude de atores," afirmou ao New YorkMagazine. Enquanto isso, à Vulture, revelou que o estúdio havia perdido a confiança em Snyder. As informações são do Cheat Sheet.

Ao discutir as críticas sobre a versão do filme de 2017, Whedon sugeriu que, após o estúdio ter um vislumbre inicial da visão original de Snyder, não sentiu fé. Assim, pediram a Whedon assumir a produção e alterar a proposta do diretor, via Cheat Sheet. "Eles me pediram para consertar. E eu pensei que poderia ajudar," afirmou.

+++LEIA MAIS: Ray Fisher exige resultados completos da investigação da Warner Bros. sobre comportamento de Joss Whedon no set de Liga da Justiça

O diretor admitiu que assumir o filme é um de seus maiores arrependimentos, reconhecendo o ódio que ele recebeu. Ele também comentou como sua carreira mudou após acusações de má conduta e citou o poder da internet. "O início da internet me levantou e a internet moderna me derrubou. A simetria perfeita não está perdida em mim," disse Whedon.

A versão de Liga da Justiça de Zack Snyder chegou ao público na HBO Max em 2021 e, diferente da versão de 2017, foi melhor recebida pela crítica especializada - e também pelos espectadores. 

+++LEIA MAIS: Liga da Justiça: Jeremy Irons, Alfred no filme, critica versão de Joss Whedon: ‘Terrível’


Polêmicas

Em julho de 2020, Fisher, em uma série de publicações nas redes sociais, acusou o cineasta de comportamento abusivo no set de filmagem. O ator também afirmou que Whedon clareou digitalmente o tom de pele de atores negros na pós-produção do filme.


Gal Gadot (Mulher-Maravilha) também criticou a postura do cineasta. De acordo com um artigo do The Hollywood Reporter, o diretor tinha diversos conflitos com a atriz por divergentes opiniões, além de pressioná-la constantemente e ameaçar a carreira dela.

+++LEIA MAIS: Deborah Snyder, produtora de Liga da Justiça, reportou comportamento de Joss Whedon à Warner