Shang-Chi: Por que Marvel levou 20 anos para introduzir herói ao MCU?

Em 2005, estúdio revelou planos de introduzir herói, mas priorizaram outros personagens

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 03/09/2021, às 09h10

None
Simu Liu como Shang-Chi em Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis (Foto: Divulgação / Marvel)

Criado por Steve Englehart e Jim Starlin nos quadrinhos da Marvel em dezembro de 1973, Shang-Chi ganhou o primeiro filme em setembro de 2021. No entanto, a editora tinha planos para trabalhar com o personagem nas telonas em 2001, mas o projeto não foi para frente. Saiba o motivo da empresa ter levado 20 anos para introduzir herói.

Como Screen Rant apontou, fazer filmes da Marvel antigamente não era tão fácil quanto atualmente, e Stan Lee passou anos tentando persuadir Hollywood a comprar os direitos de super-heróis da Marvel, como Shang-Chi. No final dos anos 1990 e início dos anos 2000, algumas produções de propriedades da editora fizeram sucesso nas telonas, como Blade - O Caçador de Vampiros (1998), X-Men - O Filme (2000) e Homem-Aranha (2002).

+++LEIA MAIS: Marvel: o que são os Dez Anéis de Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis?

Esses primeiros filmes foram produzidos por estúdios mais experientes, e a Marvel vendeu os direitos desses personagens. Em 2001, Stephen Norrington assinou para dirigir um filme chamado The Hands of Shang-Chi com a Dreamworks. O projeto não aconteceu e os direitos foram revertidos para a editoras - e decidiu aproveitá-los ao máximo.

Segundo Screen Rant, em 2004, Marvel decidiu fazer filmes sozinha, e fez um empréstimo de US$ 525 milhões para autofinanciar os primeiros filmes - seriam produzidas 10 franquias. Em 2005, a empresa anunciou quais propriedades iriam às telonas: Homem-Formiga, Vingadores, Pantera Negra, Capitão América, Manto & Adaga, Doutor Estranho, Gavião Arqueiro, Nick Fury, Quarteto Futuro e Shang-Chi.

+++LEIA MAIS: Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis apresenta o primeiro herói asiático do MCU com incríveis cenas de luta e personagens cativantes [REVIEW]

Mesmo mencionado pela primeira vez como parte do Universo Cinematográfico Marvel (MCU) em 2005, Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis não aconteceria até 2021. O personagem quase apareceu em cena pós-créditos de Os Vingadores (2012), porque o estúdio queria se aproximar do mercado chinês - para isso, entraram em contato com DMG Entertainment Motion Picture Group, da China.

"Simplesmente colocar chineses em um filme foi erroneamente considerado como o preço garantido para admissão no lucrativo mercado chinês," comentou o então presidente da DMG, Chris Fenton, ao relembrar as práticas de negócios da época. "Então, os estúdios fizeram isso." A empresa recusou a oportunidade e Shang-Chi foi esquecido por mais nove anos.

+++LEIA MAIS: Shang-Chi: Por que Tony Leung evitava papéis de pai?

Afinal, por que o herói não foi usado pela Marvel em 2005, quando anunciaram o filme dele? Como Screen Rant relembrou, o motivo se deu porque a editora recuperou alguns direitos de personagens importantes em 2006, principalmente aqueles do Homem de Ferro, e os planos mudaram.

Marvel encomendou diversos grupos focais para decidir qual personagem priorizar - esses eram compostos inteiramente por crianças, porque a empresa queria ver qual herói teria mais interesse para as crianças, além de notar oportunidades de merchandising em potencial. Escolheram o Homem de Ferro para iniciar o MCU, e o resto é história.

+++LEIA MAIS: Shang-Chi: Tim Roth, de Incrível Hulk, volta à Marvel após 13 anos


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!