Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Ator de O Senhor dos Anéis detona Os Anéis de Poder: 'Feito apenas pelo dinheiro'

Com orçamento de US$ 1 bilhão, O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder é a série mais cara da história

Redação Publicado em 01/12/2022, às 08h56

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Bernard Hill em O Senhor dos Anéis (Foto: Divulgação)
Bernard Hill em O Senhor dos Anéis (Foto: Divulgação)

Intérprete do rei Théoden nos três filmes de O Senhor dos Anéis, dirigidos por Peter Jackson, Bernard Hill detonou O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder, nova entrada da franquia que chegou ao catálogo do Amazon Prime Video em 2022.

Durante entrevista ao Metro, Hill explicou como "não tenho interesse" em assistir ao seriado do streaming. Vale lembrar como Os Anéis de Poder é a série mais cara da história, com um orçamento de US$ 1 bilhão.

É algo feito apenas pelo dinheiro e não estou interessado em assistir ou estar nele. Boa sorte para eles e todas essas coisas, mas não é como a coisa real.

+++LEIA MAIS: Os Anéis de Poder: Quando os Pés-peludos se chamarão Hobbits?

Além disso, o ator foi questionado se acredita que a franquia deveria ter acabado em Hollywood após a trilogia original, lançada entre 2001 e 2003. "Completamente, sim. Acho que eles exageraram quando fizeram O Hobbit. Originalmente, é um livro minúsculo," disse. "Eles fizeram isso bem – eles fizeram isso muito, muito bem. Eles expandiram, mas acho que você só pode esticar um pedaço de elástico até agora."

Acho que eles conseguiram [fazer dar certo] em O Hobbit porque havia algumas coisas realmente boas nos três filmes, sem dúvida.

O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder: Ativistas do Irã inspiraram Bronwyn; entenda

Uma das personagens inéditas do mundo de O Senhor dos Anéis mostrada em Os Anéis de Poder, série original do Amazon Prime Video, é Bronwyn, interpretada por Nazanin Boniadi. Um dos destaques na primeira temporada, ela foi inspirada em ativistas do Irã, como a atriz revelou.

+++LEIA MAIS: O Senhor dos Anéis: Anéis de Poder: 4 curiosas teorias sobre a série [LISTA]

Boniadi falou sobre esse assunto durante entrevista ao The Hollywood Reporter. "É aquela linha complicada da arte imitando a vida, ou a vida imitando a arte. Eu sabia como este papel ia ressoar comigo, porque faço esse tipo de ativismo há 14 anos," afirmou. Essas mulheres corajosas inspiraram a minha atuação, porque Bronwyn tem um tipo de força discreta, interna, a qual ela libera quando precisa proteger aqueles que ama."

"É meio amargamente irônico que a série esteja saindo neste momento [quando protestos feministas no Irã aumentaram]," continuou. "Isso não me escapa, e eu só espero que esteja contribuindo para espalhar a mensagem por aí." Além disso, a atriz teve grande base em "mulheres iranianas que arriscam tudo por um amanhã melhor."

+++LEIA MAIS: Anéis do Poder: qual a relação dos Pés-Peludos com os Hobbits?

Qual a importância da diversidade na cultura pop?

Um dos pontos positivos de O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder é a diversidade no elenco e história. Segundo Nazanin Boniadi, o gênero da fantasia tem habilidade única de nos permitir explorar a nossa humanidade: "O que significa ser humano, quais são nossas ideias de amor, lealdade, amizade, traição, esperança, desespero? São dilemas muito básicos das nossas vidas, personificados nesses personagens universais, atemporais."

Eu acho que isso deveria ser acessível a qualquer pessoa, não importa de onde ela vem.