Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

The Boys: Homelander tem cena na 4ª temporada com a 'coisa mais bizarra que já fiz', diz ator

Interpretado por Antony Starr, Homelander já extrapolou diversos limites morais e éticos nas outras três temporadas de The Boys

Redação Publicado em 02/05/2023, às 10h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Antony Starr como Homelander em The Boys (Foto: Reprodução/Amazon Prime Video)
Antony Starr como Homelander em The Boys (Foto: Reprodução/Amazon Prime Video)

Ao longo das três temporadas disponibilizadas no Amazon Prime Video, o vilão Homelander, interpretado por Antony Starr, tomou diversas atitudes extremamente questionáveis, seja moral ou eticamente. Porém, o quarto ano da produção promete extrapolar os limites novamente, segundo o ator neozelandês.

Durante entrevista à Variety, Starr falou sobre a quarta temporada da adaptação criada por Eric Kripke. No entanto, o artista não deu spoilers sobre a trama da próxima fase de The Boys, mas prometeu que Homelander estará ainda mais sem filtros.

+++LEIA MAIS: The Boys: O que faria Homelander perder controle de vez? Criador responde

"Precisa haver um teto, mas parece que não conseguimos encontrá-lo," afirmou na conversa. "Eu estava olhando para a pessoa que estava ao meu lado e disse: 'O que estamos fazendo? Eu não posso acreditar nisso! Eu poderia ter feito qualquer outra coisa na minha vida, mas aqui estou eu fazendo isso?' Foi realmente a coisa mais bizarra que já fiz."


The Boys: Por que Homelander nunca usa 100% dos poderes? Criador responde

O personagem mais poderoso do universo de The Boys, tanto nas histórias em quadrinhos quanto na série do Amazon Prime Video, Homelander/Capitão Pátria nunca usou 100% dos poderes, idênticos aos do Super-Homem). Garth Ennis, criador das HQs, falou sobre os motivos por trás dessa decisão do "herói."

+++LEIA MAIS: The Boys: Criador compara spin-off com Euphoria: “Não será tão sombrio”

Durante entrevista ao Newsarama (via Screen Rant) em 2008, Ennis foi questionado sobre o racismo de Homelander após a publicação de um das HQs da época. O quadrinista respondeu e chamou o super de "um personagem quase inteiramente negativo," quem entende como pode ter o que quiser, "desde que não exagere na sorte."

"Sim, bem, Homelander para mim é um personagem quase inteiramente negativo," afirmou. "Ele é realmente apenas uma série de desejos desagradáveis ​​mantidos sob controle por sua própria inteligência, o que é suficiente para entender que ele pode ter o que quiser, desde que não exagere na sorte. Porque se ele alguma vez tentar explorar seu enorme poder e força e simplesmente se revoltar, [o governo dos EUA e a Vought] acabarão jogando uma bomba nele."