Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Drake se irrita após IA usar voz do rapper em "Munch", canção de Ice Spice: 'Esta é a gota d'água'

"Munch", canção de Ice Spice sempre elogiada por Drake, foi criada com “deepfake”, que utiliza algoritmos de IA para simular vozes

Redação Publicado em 14/04/2023, às 16h35

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Drake (Foto: Kevin Winter / Getty Images)
Drake (Foto: Kevin Winter / Getty Images)

Drake expressou seus pensamentos sobre o uso de Inteligência Artificial (IA) no cenário musical após descobrir que a sua voz havia sido usada em uma versão da música “Munch”, de Ice Spice (via Complex). A música em questão foi criada usando uma técnica conhecida como “deepfake”, que utiliza algoritmos de IA para simular vozes e aparências humanas de forma muito realista.

Drake usou as suas redes sociais nesta quinta-feira, 13, para comentar sobre a voz do IA. O rapper republicou uma postagem onde sua voz era usada na música e legendou com desgosto “Isso é a gota d'água”. Confira a postagem abaixo:

Stories de Drake (@champagnepapi) em 13 de abril sobre a IA em "Munch"
Stories de Drake (@champagnepapi) em 13 de abril de 2023 sobre a IA em "Munch"

+++ LEIA MAIS: Drake não devolveu cachê do Lollapalooza, diz coluna

O caso levanta questões importantes sobre a propriedade intelectual e o uso de tecnologias avançadas na indústria da música. Segundo o Financial Times, o Universal Music Group pediu recentemente aos principais serviços de streaming, como Spotify e Apple Music, para impedir que as plataformas de IA usem sua música para “treinar” sua tecnologia.

“Temos uma responsabilidade moral e comercial com nossos artistas de trabalhar para impedir o uso não autorizado de suas músicas e impedir que as plataformas ingiram conteúdo que viole os direitos de artistas e outros criadores”, disse um representante da UMG. “Esperamos que nossos parceiros de plataforma desejem impedir que seus serviços sejam usados ​​de maneira que prejudique os artistas.”

+++ LEIA MAIS: Rock in Rio 2019: Ovacionado, Drake estreia como primeiro rapper headliner do festival

Embora a IA tenha o potencial de criar novas formas de arte e expandir os limites da criatividade humana, incluindo apresentações em hologramas, é importante garantir que os direitos dos artistas sejam protegidos e que eles tenham o controle sobre o uso de sua imagem e voz.