Grammy: 6 artistas esnobados na edição de 2022; Miley Cyrus, Drake, BTS e mais [LISTA]

A lista de indicados à 64ª edição do Grammy Awards foi divulgada nesta terça, 23, e deixou de fora grandes nomes

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 23/11/2021, às 18h21

None
Miley Cyrus (Foto: Amy Sussman / Getty Images) / Lorde (Foto: Theo Wargo / Getty Images)

A 64ª edição do Grammy Awards está programada para o dia 31 de janeiro de 2022, em Los Angeles, nos Estados Unidos e a lista de indicados foi divulgada nesta terça, 23 de novembro. Billie Eilsih, Doja Cat, Justin Bieber e Olivia Rodrigo são alguns dos artistas com maior número de indicações da premiação.

Enquanto várias estrelas da indústria musical se destacaram, muitos artistas ficaram lembrados como esnobados do Grammy 2022, entre eles: Miley Cyrus, Lorde e o grupo de K-Pop BTS. Veja, abaixo, alguns dos "esquecidos" pela premiação.

+++LEIA MAIS: Grammy 2022: Billie Eilish, Doja Cat, Justin Bieber e os principais indicados da premiação [LISTA]

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Recording Academy / GRAMMYs (@recordingacademy)

 


Miley Cyrus

Talvez uma das mais injustiçadas do Grammy 2022, Miley lançou Plastic Hearts, o primeiro disco do gênero rock, em 27 de novembro de 2020. Com canções aclamadas pela crítica especializada e queridas pelo público, como "Midnight Sky" e "Angels Like You," além de colaborações com Dua Lipa, Stevie Nicks, Joan Jett e Billy Idol, o álbum estreou na segunda posição da Billboard 200. Apesar disso, não recebeu indicações.


Demi Lovato

O trabalho de Demi recebeu uma indicação: o remix de "MetHim Last Night," música em parceria com Ariana Grande, na categoria de Gravação Remixada, Não Clássica. Porém, por ser uma versão alternativa da canção, quem ganharia o prêmio é Dave Audé, responsável pelo remix. A cantora, portanto, não recebeu outras indicações envolvendo o disco lançado em abril de 2021, Dancing With The Devil: The Art Of Starting Over.

+++LEIA MAIS: Grammy 2022: Jay-Z se torna artista mais indicado da história


Drake

Drake não pode ser totalmente considerado um "esnobado", pois foi, sim, indicado às categorias de Melhor Álbum de Rap, pelo disco Certified Lover Boy (2021), e Melhor Performance de Rap, por "Way Too Sexy," em parceria com Young Thug e Future. Apesar disso, ficou de fora das categorias principais, de Gravação, Música e Álbum do Ano. É mais um capítulo da intriga entre o rapper e Kanye West, que conseguiu uma indicação a Album of the Year por Donda (2021).


Lorde

Jack Antonoff foi indicado ao prêmio de Produtor do Ano por participar da produção de, entre vários discos, Solar Power(2021). Apesar disso, a própria autora do trabalho não foi reconhecida pela Recording Academy. Claro, não foi tão aclamado quanto sua estreia em Pure Heroine (2013) ou Melodrama (2017), mas marcou o retorno da cantora de "Royals" às paradas.

+++LEIA MAIS: Olivia Rodrigo: da Disney ao protagonismo no Grammy 2022 com Sour


Lana del Rey

Lana teve um ano ocupado: lançou dois discos em 2021, Chemtrails Over The Country Club e Blue Banisters. Ambos foram muito elogiados pelos fãs e reconhecidos pela crítica como boas obras, mas a artista não recebeu indicações ao Grammy 2022.


BTS

A banda de K-Pop foi reconhecido como um dos indicados a Melhor Performance Pop Duo/Grupo por "Butter," mas, de acordo com o público e a base de fãs BTS Army, a música que quebrou recordes no Spotify como a maior estreia na história da plataforma merecia mais de uma nomeação. Por isso, o BTS pode ser considerado um dos esnobados do Grammy.

+++LEIA MAIS: Grammy Latino 2021: confira todos os vencedores da premiação