Olivia Rodrigo: da Disney ao protagonismo no Grammy 2022 com Sour

No primeiro ano de carreira, a cantora pop Olivia Rodrigo conquistou 7 indicações na premiação, sendo 4 nas categorias mais importantes

Isabela Guiduci Publicado em 23/11/2021, às 16h54 - Atualizado em 03/04/2022, às 20h13

None
Olivia Rodrigo (Foto: Matt Winkelmeyer/Getty Images for MRC)

Brilhantemente, 2021 é o ano de Olivia Rodrigo. É inegável o que a cantora fez na música pop com apenas o disco de estreia, Sour, e, tudo isso, aos 18 anos de idade. No primeiro ano da carreira, além dos números e recordes, a artista recebeu um reconhecimento importante - e merecido: 7 indicações na maior premiação da indústria musical, o Grammy Awards.

Olivia Rodrigo chegou para ficar, impressionar a música pop e apresentar uma estética amada e certeira; isso acompanhado do desempenho vocal transbordante e emocionante da também compositora. A mescla de vulnerabilidades, sonoridades e identidade visual fez com que a cantora ganhasse o coração do público e da crítica rapidamente.

+++LEIA MAIS: Quem é Olivia Rodrigo: família, carreira, Sour, VMA e mais [LISTA]

Antes mesmo de iniciar a trajetória musical, a artista começou a carreira no mundo do entretenimento com a Disney quando assinou com a emissora em 2015. No ano seguinte, estrelou a série de comédia Bizaardvark e, em 2019, passou a dar vida a Nina "Nini" Salazar-Roberts em High School Musical: The Musical: The Series, série exclusiva do Disney+.

Em 2021, iniciou uma fase musical avassaladora. A era de Sour foi (e segue sendo) intensa - reflexo da lírica sincera da cantora, quem aposta nas composições autorais para construir a discografia. O momento musical começou em janeiro com o lançamento do hit "drivers license," que bateu recordes impressionantes e conta com mais de 300 milhões de visualizações no clipe oficial disponível no YouTube. 

+++LEIA MAIS: Olivia Rodrigo ecoa dores de romances trágicos e desfruta da estética do bedroom pop em Sour [REVIEW]

Posteriormente, a cantora divulgou o single "deja vu" e continuou, gradualmente, ganhando os holofotes mundiais. O outro pico da carreira veio com o hit "good 4 u," o qual foi lançado junto de um videoclipe memorável em maio. Com direção de Petra Collins, o vídeo é repleto de referências de filmes clássicos do universo do terror. 

Pouco depois do terceiro single, a estrela pop compartilhou oficialmente Sour. Com uma era construída a partir de uma fortíssima identidade visual, o disco de estreia ganhou ainda mais significados. O início da carreira de Olivia Rodrigo é potente - e as indicações ao Grammy Awards 2022, anunciadas nesta terça, 23 de novembro, apenas reforçam isso. 

+++LEIA MAIS: Todas as referências de 'Good 4 u', novo clipe de Olivia Rodrigo: Garota Infernal, O Teste Decisivo e mais [LISTA]

No primeiro ano de carreira, a sensação pop é uma das protagonistas da próxima edição da premiação com sete indicações, sendo quatro nas principais categorias: Álbum do Ano com Sour, Gravação do Ano e Música do Ano por "drivers license," e Artista Revelação

Além das categorias acima, Olivia Rodrigo foi indicada à categoria de Melhor Performance Solo de Pop por "drivers license," em Melhor Álbum Pop Vocal por Sour, e em Melhor Videoclipe por "good 4 u."

+++LEIA MAIS: As 5 melhores músicas de Sour, disco de estreia de Olivia Rodrigo, segundo a crítica [LISTA]

De fato, Rodrigo já era uma das principais apostas do Grammy Awards 2022 e é uma forte concorrente, especialmente em Artista Revelação. Agora, resta esperar a cerimônia, que acontece no dia 31 de janeiro, para saber quantas estatuetas a jovem cantora leva para casa.

Grammy 2022

Apresentado pelo comediante Trevor Noah (The Daily Show), o Grammy 2022 está sendo realizado neste domingo, 3, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. Jon Batiste lidera esta edição com 11 indicações, seguido por Justin Bieber (8), Doja Cat (8), H.E.R. (8), Billie Eilish (7) e Olivia Rodrigo (7). Confira a lista completa dos indicados e tudo que sabemos sobre a premiação aqui.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Rolling Stone (@rollingstone)