Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Kanye West é suspenso do Clubhouse após falas antissemitas durante bate-papo

Em bate-papo do Clubhouse, Kanye West sugeriu que os judeus “são usados ​​pelos chineses” para controlar os negros

Redação Publicado em 13/12/2022, às 13h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Kanye West (Foto: Kevork Djansezian / Getty Images)
Kanye West (Foto: Kevork Djansezian / Getty Images)

Kanye West teve a conta suspensa do Clubhouse, rede social para bate-papo com áudio somente para convidados, após fazer comentários antissemitas durante um bate-papo com Dinero Jones, gerente de rappers conhecido como Wack 100, no último sábado, 10 de dezembro. 

Como relata o portal The Wrap, 'Ye' sugeriu que os judeus “são usados ​​pelos chineses” para controlar os negros, descrevendo-os como “apenas intermediários”. Após a conversa, que teve duração de 56 minutos, a plataforma suspendeu a conta do empresário e do rapper.

+++ LEIA MAIS: Elon Musk revela conversa com Kanye West após tuíte antissemita

“Tomamos medidas para encerrar uma conversa ontem porque ela violou nossas políticas”, dizia o comunicado divulgado ao portal. “Também suspendemos aqueles que violaram as políticas. Não há absolutamente nenhum lugar para intimidação, discurso de ódio ou abuso em nossa plataforma, conforme declarado explicitamente em nossas Diretrizes da comunidade e Termos de serviço.”

West, que cobrou dos fãs US$20 (cerca de R$ 105 na cotação atual) para realizar perguntas ao rapper no Clubhouse, discutiu algumas das últimas controvérsias em torno dele, incluindo o cancelamento da parceria com grandes marcas como GAP, Adidas Balenciaga.

+++ LEIA MAIS: Adidas rompe com Kanye West após comentários antissemitas

O The Wrap acrescentou que não conseguiu entrar em contato com West para comentar e o Wack100 não respondeu imediatamente ao pedido de comentário da publicação. O rapper não comentou publicamente sobre sua suspensão no Clubhouse até a publicação desta nota.


Kanye West publica suástica em estrela de Davi e é suspenso do Twitter

Kanye West teve conta do Twitter suspensa após publicar imagem de uma suástica dentro da estrela de Davi, principal símbolo do Judaísmo, na última quinta, 01. Elon Musk, dono da rede social, justificou suspensão afirmando que o rapper "incitou violência," o que vai contra as diretrizes de comportamento.

No mesmo dia, West participou de entrevista com Alex Jones, teórico da conspiração de extrema-direita, a quem revelou admirar Adolf Hitler - principal líder nazista: "Vejo coisas boas sobre Hitler. Esse cara inventou as estradas, inventou o microfone que eu uso como músico. Não dá pra dizer que essa pessoa fez algo de bom em voz alta, estou cansado disso."

+++ LEIA MAIS: Kanye West perde US$ 2 bilhões em um dia após falas antissemitas: 'Ainda estou vivo'

"Todo ser humano fez algo valioso, especialmente Hitler (...) Há muitas coisas que amo sobre Hitler," continuou o rapper. Ye ainda negou que o holocausto realmente aconteceu e declarou amar tanto judeus como nazistas.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!