Há 45 anos, John Lennon e Paul McCartney se encontraram pela última vez - e quase se apresentaram juntos

John Lennon e Paul McCartney assistiam ao Saturday Night Live juntos quando receberam uma oferta inesperada para se reunir novamente

Redação Publicado em 25/04/2021, às 18h00

None
Paul McCartney e John Lennon (Foto: Dalmas Sipa Press / AP Images)

Em 24 de abril de 1976, há exatos 45 anos, John Lennon e Paul McCartney se encontraram pela última vez em um jantar que também reuniu as respectivas esposas dos músicos, Yoko Ono e Linda McCartney. Naquela noite aconteceu um fato curioso que quase fez os dois ex-Beatles se apresentarem juntos novamente.

O jantar amigável e cheio de risos foi realizado no Edifício Dakota, em Nova York, no apartamento em que John Lennon e Yoko Ono moravam. Na ocasião, Paul McCartney e Linda tinham ido visitar os amigos, informa o site Express UK em artigo que celebra a data do último encontro deles. 

+++LEIA MAIS: John Lennon tratava as pessoas de maneira 'incrivelmente diferente' de Paul McCartney

Entre os comes e bebes, os dois ex-Beatles se sentaram frente à TV para assistir ao programa Saturday Night Live - que estava sendo apresentado ao vivo em um estúdio a poucos quarteiros de onde estavam jantando - e se depararam com uma situação inusitada que os envolvia. 

Em certo momento, o produtor do Saturday Night Live, Lorne Michaels, declarou seu amor pelos Beatles e soltou uma piada fazendo uma oferta pública pela reunião dos garotos de Liverpool. Isso sem saber que Lennon eMcCartney estavam vendo o programa - e juntos. 

+++LEIA MAIS: Qual música dos Beatles mudou tudo para Paul McCartney?

"Temos lido muito sobre os conflitos de personalidades que podem impedir os Beatles de se reunirem. Isso não é da minha conta. É um problema pessoal deles e eles terão que lidar com isso. Mas, também foi dito que ninguém ainda conseguiu dinheiro o suficiente para fazê-los voltarem.", disse Michaels.

Foi então que o produtor do programa ofertou: "Bem, se é dinheiro que eles querem, não há problema aqui. A National Broadcasting Company me autorizou a oferecer um cheque de US$ 3 mil para os Beatles virem ao programa e cantarem três músicas."

Em tom de humor, Michaels prosseguiu: "Eles sabem as letras, então será fácil. E podem dividir o dinheiro como quiserem. Podem dar menos ao Ringo [Starr] se preferirem. Prefiro não me envolver nessa parte."

+++LEIA MAIS: Jimi Hendrix chamou Paul McCartney para formar supergrupo com Miles Davis; por que deu errado?

De acordo com o artigo, nessa hora John Lennon e Paul McCartney olharam um para o outro e por um instante consideraram pegar um taxi e chocar os produtores do Saturday Night Live aparecendo de surpresa para fazer a maior participação especial da história. Por pura diversão. 

"Devemos descer e ir, só eu e você. Vamos simplesmente aparecer. Somos apenas dois e dividimos o dinheiro", atiçou Lennon enquanto McCartney ponderou: "Por um segundo, pensamos: 'Vamos realmente fazer isso?'. Mas era a nossa noite de folga e isso seria um trabalho, então decidimos não trabalhar. Mas foi uma boa ideia que quase aconteceu." 

+++LEIA MAIS: Cocaína e problemas técnicos: Como foi a última gravação de Paul McCartney e John Lennon?

Meses antes de ser assassinado em dezembro de 1980, John Lennon falou em entrevistas sobre a última noite em que esteve com Paul McCartney e contou sobre o episódio.

"Paul estava nos visitando em nossa casa no Dakota. Estávamos assistindo [Saturday Night Live] e quase entramos em um taxi para ir até o estúdio, só como uma piada, mas estávamos cansados demais.", disse ele e finalizou: "Não seria engraçado se nós tivéssemos feito isso? Mas não fizemos."


+++ FBC E VHOOR | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL


+++SAIBA MAIS: As 6 melhores músicas de Kurt Cobain [LISTA]

No dia 5 de abril de 1994, o lendário e inesquecível vocalista do Nirvana, Kurt Cobain, se suicidou aos 27 anos com um tiro na cabeça em Seattle, Washington, Estados Unidos. Desde então, deixou saudades eternas.

Marco para o grunge, músico fascinante, artista memorável e um dos principais nomes da música, Kurt Cobain fez história ao longo da carreira, principalmente acompanhado do Nirvana

+++LEIA MAIS: 10 curiosidades sobre Kurt Cobain que você - provavelmente - não sabia [LISTA]

As canções compostas pelo vocalista para o grupo relembram o quão importante e fantástico ele foi para a história da música. Faixas impecáveis como "Come As You Are", "All Apologies" e "Drain You" dificilmente serão esquecidas.

Para relembrar a grandiosidade do lado artístico de Kurt Cobain com o Nirvana, a Rolling Stone EUA listou as 6 melhores músicas da carreira do vocalista com a banda. Confira a lista:

+++LEIA MAIS: Nirvana quase se chamou Skid Row antes de escolher nome oficial; entenda


6 - All Apologies

Uma grande canção da discografia da banda, "All Apologies" apareceu originalmente no disco In Utero (1993). No entanto, a versão mais lembrada, e possivelmente querida pelo público, é a gravação de novembro de 1993 para o MTV Unplugged

+++LEIA MAIS: Como foi a passagem do Nirvana pelo Brasil em 1993: noite com João Gordo e caos no palco; assista ao show completo


5 - Drain You

O Nirvana escreveu muitas das canções do Nevermind (1991) antes de gravar o disco, mas a Rolling Stone EUA lembra que "Drain You" foi composta durante as sessões. Kurt Cobain nunca revelou quem inspirou a canção de amor, porém, foi escrita apenas três meses após ele conhecer Courtney Love.

Com certa frequência, Kurt afirmava ser uma das músicas favoritas dele da discografia da banda, e eles a tocaram basicamente em todos os shows nos últimos três anos de atividade enquanto grupo.

"Penso que há tantas outras canções que escrevi e são tão boas [como 'Smells Like Teen Spirit']. Como 'Drain You'. Eu amo a letra e nunca me canso de tocá-la. Talvez se fosse tão grande quanto 'Teen Spirit', eu não gostaria tanto", contou à Rolling Stone em 1993.

+++LEIA MAIS: O dia em que Kurt Cobain teve overdose de heroína antes de tocar no Saturday Night Live [FLASHBACK]


4 - Come As You Are

Kurt Cobain era um grande fã dos Pixies e nunca escondeu isso. Muitas vezes, o músico  recorria ao método de composição usado pela banda. "Estou ficando tão cansado dessa fórmula. Nós dominamos isso", disse à Rolling Stone em 1993.

Segundo a Rolling Stone EUA, porém, um dos melhores exemplos da fórmula é "Come As You Are", o segundo single de Nevermind(1991). Para a RS EUA, a versão do Unplugged é particularmente poderosa, e o refrão continua assustador.

+++ LEIA MAIS: Fotógrafo encontra imagens inéditas de um dos primeiros shows do Nirvana no Reino Unido


3 - Heart-Shaped Box

Em uma entrevista de 1994 à Rolling Stone,Courtney Love lembrou-se de ter ouvido o processo de composição de "Heart-Shaped Box": "Tínhamos um armário enorme. E eu o ouvi lá trabalhando em 'Heart-Shaped Box'. Ele fez isso em cinco minutos."

Kurt Cobain começou a trabalhar na música no início de 1992, e a canção foi a escolhida como primeiro single de In Utero(1993). A Rolling Stone EUA lembra que o disco foi produzido por Steve Albini, e a gravadora temeu não ser comercial o suficiente, e Scott Litt foi chamado para remixar a faixa. 


2 - Smells Like Teen Spirit

"Smells Like Teen Spirit" foi a canção que trouxe toda a atenção mundial para o Nirvanae deu início a uma nova era da música - e é um dos principais hits da história. "Eu estava tentando escrever uma música pop", disse o vocalista à Rolling Stone em 1993.

"Todo mundo se concentrou tanto nessa música e o motivo pelo qual ela teve uma grande reação é que as pessoas a viram na MTV um milhão de vezes", contou o artista na mesma entrevista.

+++LEIA MAIS: Quantos anos tinha Kurt Cobain quando escreveu 'Smells Like Teen Spirit'?


1 - Lithium

Não, a Rolling Stone EUA não escolheu "Smells Like Teen Spirit" para o primeiro lugar deste ranking. Segundo a revista, o terceiro single de Nevermind(1991) merece a colocação.

"Lithium" é uma música sobre um cara que passa a se dedicar à religião depois da morte da namorada. Isso o acalma, muito parecido com uma dose de lítio real. É uma incrível música e um dos principais destaques na discografia do Nirvana

+++LEIA MAIS: Dave Grohl diz que Kurt Cobain foi 'o maior compositor de sua geração'