Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Queen lança música inédita com Freddie Mercury; ouça 'Face It Alone'

Na versão física, 'Face It Alone' faz parte de uma edição de colecionador com seis músicas inéditas do Queen

Redação Publicado em 13/10/2022, às 10h03

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Brian May e Freddie Mercury (Foto: reprodução / Hollywood Forever)
Brian May e Freddie Mercury (Foto: reprodução / Hollywood Forever)

Queen lançou, na manhã desta quinta, 13, música inédita com vocais de Freddie Mercury, morto em 24 de novembro de 1991 aos 45 anos, intitulada "Face It Alone." Ao longo de 2022, Roger Taylor (baterista) e Brian May (guitarrista) revelaram como resgataram uma canção da icônica banda cantada pelo frontman.

“E é maravilhosa," afirmou Taylor durante entrevista à Zoe Ball na BBC Radio 2. “Na verdade, foi uma verdadeira descoberta. É das sessões de The Miracle [disco de estúdio lançado em 1989].” Além disso, May descreveu a música como “linda” e “tocante.” “Estava meio que escondida à vista de todos."

+++LEIA MAIS: 18 itens que todo fã da banda Queen vai querer ter em casa

Não terá apenas lançamento digital de "Face It Alone." A faixa aparecerá em uma caixa de edição de colecionador limitada de The Miracle, 13º álbum de estúdio do Queen. Segundo comunicado de imprensa (via NME), o produto contará com mais de uma hora de gravações inéditas, entre elas seis músicas nunca lançadas antes.

A edição de colecionador de The Miracle também vai além de músicas: ela inclui "a janela mais reveladora até agora sobre o processo criativo dos quatro integrantes e a alegria, piadas e brincadeiras em seu retorno a trabalhar juntos." Ouça "Face It Alone" abaixo:

+++LEIA MAIS: Bohemian Rhapsody: O que Freddie Mercury acharia do filme? Brian May responde


Bohemian Rhapsody: O que Freddie Mercury acharia do filme? Brian May responde

Freddie Mercury morreu em novembro de 1991, interrompendo a trajetória bem sucedida do Queen. O filme Bohemian Rhapsody conta a história do grupo inglês e contou com ajuda dos integrantes remanescentes para isso. O guitarrista Brian May revelou o que o vocalista pensaria sobre o longa-metragem.

Em entrevista à Classic Rock, May admitiu refletir bastante sobre o assunto, principalmente pelas críticas direcionadas ao filme. Apesar disso, muitas das características de Mercury foram retratadas com fidelidade, segundo o guitarrista.

+++ LEIA MAIS: Rock in Rio: Como Frank Sinatra e Queen ajudaram primeira edição do festival?

"Acho que ele teria se visto como uma forma de reconhecer os próprios pontos negativos, na verdade. O filme mostra toda a sua grandeza e toda a sua falibilidade e insegurança — a parte inteira," afirmou.

"O longa-metragem mostra de maneira muito verdadeira e não bajuladora, mas de uma maneira que aprecia seu talento. Porque ele tinha certeza que era único. Eu nunca conheci alguém como Freddie, antes ou depois, e provavelmente não vai acontecer novamente," continuou o músico.

+++ LEIA MAIS: Queen: O que Brian May achou de participação em disco do Guns N' Roses?

Perguntado se Mercury aceitaria participar da produção, May não demonstrou muito otimismo. Para ele, o cantor não tinha muita "paciência" para repetir atividades todos os dias e teria problema no set.