The Strokes: Cantor Julian Casablancas revela em qual banda 'sempre quis' entrar

Banda que Casablancas sempre quis participar é grande fã de The Strokes

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 10/10/2021, às 11h20

None
Julian Casablancas se apresentando com The Strokes em Los Angeles (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

Mesmo fazendo sucesso no The Strokes, o vocalista Julian Casablancas revelou como sempre quis fazer parte de outra banda: Arctic Monkeys. Segundo informações do NME, o astro fez uma publicação no Instagram na manhã deste domingo, 10, e compartilhou uma foto na qual recria a capa de Whatever People Say I Am, That's What I'm Not (2006), disco de estreia do grupo de Sheffield, Inglaterra.

Lançado em 2006, a icônica do álbum do Artic Monkeys é uma foto em preto e branco de Chris McClure, irmão de Jon McClure e integrante da banda Reverend and the Makers, fumando um cigarro. A recriação do cantor mostrou uma pose semelhante, mas a parte do logotipo foi substituída pelo The Strokes.

+++LEIA MAIS: Julian Casablancas, sincerão, diz que The New Abnormal do The Strokes é o ‘4º disco favorito’ que participou

"Sempre quis entrar no Arctic Monkeys," escreveu Casablancas na legenda da publicação. McClure respondeu ao post no Twitter: "Quem me conhece sabe do meu amor pelo Strokes. Então, quando vejo Julian Casablancas postando uma foto me imitando... É muuuuuito louco!!!!!"

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Julian Casablancas (@minorbutmajor)

Alex Turner, vocalista do Arctic Monkeys, afirmou em diversas entrevistas ao longo dos anos sobre o amor dele pelo The Strokes. A banda até fez o cover de "Is This It" ao vivo em 2018, além de homenageá-los em "Star Treatment," faixa de Tranquility Base Hotel & Casino (2018). "Eu só queria ser um dos Strokes, agora olhe a bagunça que você me fez fazer," diz a letra.

+++LEIA MAIS: 'Futebol é uma vergonha,' diz Julian Casablancas, do The Strokes, após vitória da Inglaterra; entenda

"Lembro como costumava tocar Is This It o tempo todo na faculdade, quando nossa banda começou. Muitas pessoas gostavam deles, então muitas bandas novas soavam como eles," revelou Turner ao NME em 2011. "Lembro-me de tentar conscientemente não soar como The Strokes, deliberadamente tirando pedaços de músicas que soavam muito como eles, mas ainda amava aquele disco."