7 longas que deveriam ter ganhado o Oscar de Melhor Filme - e perderam

Já parou para pensar que grandes clássicos como Psicose, de Alfred Hitchcock e Pulp Fiction, de Quentin Tarantino, não ganharam a principal categoria da premiação?

Redação Publicado em 10/02/2020, às 13h37

None
Janet Leigh em cena de Psicose de Alfred Hitchcock (Foto: Reprodução)

Anualmente a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas seleciona as produções que mais se destacaram ao longo daquele ano e as nomeiam entre as 24 categorias da cerimônia, que incluem Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Roteiro Original e entre outros. 

+++ LEIA MAIS: Veja a lista completa do Oscar 2020 

Na madrugada deste domingo, 9, aconteceu a 92ª edição de entrega dos Academy Award e o filme sul-coreano dirigido por Bong Joon-ho, Parasita, surpreendeu positivamente o público ao levar o maior número de estatuetas da premiação (4, entre elas Melhor Direção, Melhor Filme de Língua Estrangeira, Melhor Roteiro Original e a mais desejada da noite, a de Melhor Filme). Além disso, a produção entrou para a história por ser o primeiro longa não falado em inglês a ganhar o prêmio principal da noite.

+++ LEIA MAIS: Parasita da vida real: famílias da Coreia do Sul realmente vivem em porões e no subsolo, como no vencedor do Oscar 2020

Há muito tempo a Academia não dava tanta atenção para uma produção fora dos moldes hollywoodianos, e isso nos fez relembrar de algumas vezes em que tivemos grandes indicados, mas que foram desprezados pela grande organização. 

Veja a lista abaixo: 

Psicose 

Não há a menor dúvida de que Alfred Hitchcock é um dos grandes pioneiros do cinema, e o perturbador terror psicológico, Psicose, é a principal conquista do diretor. Desde a icônica cena da morte de Janet Leigh, ninguém conseguiu se sentir seguro no tomando uma ducha.

Embora Hitchcock tenha recebido uma estatueta pela direção do longa, Psicose não conseguiu um lugar entre os indicados ao Melhor Filme. Na época, a produção foi recebida com críticas mistas e foi sufocado pela controvérsia, após o lançamento, devido a algumas ideias progressistas. No entanto, 60 anos depois, o filme segue como um grande ponto da carreira do lendário diretor. 


Clube da Luta 

Qual é a primeira regra do Clube da Luta? Você não fala sobre ele. E, talvez, a Academia tenha levado esse ditado muito a sério quando a produção não conseguiu a indicação para Melhor Fotografia no Oscar de 2000. 

Com uma cinematografia deliberadamente sombria e uma história alucinante, a adaptação de David Fincher, de Chuck Palahniuk, trouxe de uma forma bruta a violência para os telespectadores. Na época, ele podria facilmente ter sido elencado como Melhor Filme do que o vencedor do ano, Gladiator

+++ LEIA MAIS: Os 13 melhores filmes de Brad Pitt, de acordo com nota do IMDb: Bastardos Inglórios, Clube da Luta e Era Uma Vez em... Hollywood [LISTA]


Apocalypse Now 

O clássico de guerra de Francis Ford Coppola - adaptação de Heart of Darkness - nos apresentou um jovem, Laurence Fishburne, em meio a um ataque explosivo com citações icônicas e uma representação assombrosa da Guerra do Vietnã. 

O cineasta trouxe uma série de cenas impressionantes e focou incrivelmente na psicologia do personagem. No entanto, a produção perdeu para Kramer vs. Kramer


Roma 

Em 2019, o Oscar mudou algumas coisas no evento sem anfitriões, mas continuou com aquela tradição com um vencedor não tão merecido assim, com Green Book levando a principal estatueta. Afinal, havia Roma, de Alfonso Cuaron, que surpreendeu os críticos e ao público pelo retrato sensível e naturalista em preto e branco no início dos 1970 na Cidade do México.

A produção foi indicada a 10 categorias da cerimônia e levou para casa as estatuetas de Melhor Diretor e Melhor Fotografia. 


Goodfellas

Embora Martin Scorsese já tenha recebido muitas indicações, é Goodfellas que pesa no coração, já que a lendária desempenho de Joe Pesci não foi suficiente para conquistar ma vitória de Melhor Filme pela Academia. A grande produção perdeu para o drama de quase quatro horas na fronteira americana, Dances with Wolves.


Fargo 

Em Fargo, os irmãos Coen contam a história mais falsa e verdadeira de todos os tempos com uma comédia sombria e centrada em minnesotanos. A excelência da produção está na  relativa simplicidade - apesar de receber um grande elenco.

No entanto, no ano da indicação de Fargo, a Academia se viu apaixonada por The English Patient, que recebeu nove de suas doze indicações.


Pulp Fiction

Um dos filmes mais aclamados de todos os tempos, Pulp Fiction influencia cineastas modernos até hoje e é a verdadeira obra-prima de Quetin Tarantino (salvo Bastardos Inglórios). Repleto de cenas icônicas, diálogos excelentes e uma trilha sonora impecável, foi esse filme que realmente colocou o nome de Tarantino no cinema.  

+++ LEIA MAIS: A vez que David Letterman foi ameaçado por Quentin Tarantino: ‘Eu vou bater em você até a morte’

Soa até estranho pensar como um filme com essa importância tenha sido esnobado pela Academia. Porém, Forrest Gump (um concorrente digno) acabou levando o prêmio. 


+++ A MALDIÇÃO DO CORINGA, COM JOAQUIN PHOENIX, HEATH LEDGER, JACK NICHOLSON E MAIS