Anonymous hackeam rádio de policiais de Chicago para tocar ‘Fuck the Police’

O grupo de hackers ressurgiu na internet para apoiar os protestos antirracistas

Redação Publicado em 01/06/2020, às 15h40

None
Representante do Anonymous (Foto: Reprodução / Twitter)

Anonymous, o grupo de hackers, ressurgiu na internet para apoiar os protestos antirracistas que tomaram conta de diversas cidades dos Estados Unidos após a morte de George Floyd, um homem negro, por um policial branco no dia 25 de maio. 

+++LEIA MAIS: Grupo de hackers Anonymous faz graves acusações contra Trump, cita Bolsonaro e pai de Julian Casablancas

Agora, de acordo com relatos online, via NME, o grupo hackeou as rádios do Departamento de Polícia de Chicago para tocar a música "Fuck The Police", de N.W.A., para protestar pela morte de George Floyd

As publicações no Twitter mostram imagens das frequências de rádio do Departamento de Polícia de Chicago sendo interrompidas por uma versão da faixa de 1988, "Fuck The Police", via NME

+++ LEIA MAIS: Matty Healy, do The 1975, desativa o Twitter após críticas sofridas por tuíte sobre assassinato de George Floyd

Veja:

O Anonymous explicou que a intenção é atacar os departamentos de polícia de Minneapolis e Chicago: "Somos solidários com os manifestantes e revolucionários que lutam contra a oligarquia americana, combatendo a injustiça de um sistema racista massivamente corrupto que continua por gerações. #BlackLivesMatter", escreveram no Twitter. 

+++ LEIA MAIS: Madonna vira piada após postar vídeo do filho dançando Michael Jackson como tributo a George Floyd: 'Como isso vai nos ajudar?'

Ainda, acrescentaram: "Se a polícia não pode se conter e está atirando em repórteres, chutando manifestantes, socando manifestantes e se envolvendo em violência - como alguém pode esperar que as pessoas se contenham? As pessoas acabam sendo brutalizadas e assassinadas."


+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE