Baterista do Alabama Shakes, Steven William Johnson é preso por tortura e maltrato infantil

O músico violou a condicional de 2020, quando quebrou a ordem de restrição da ex-esposa

Redação Publicado em 28/03/2021, às 14h54

None
Steve Johnson, baterista do Alabama Shakes (Foto: Ethan Miller/Getty Images)

Steven William Johnson, 35, baterista do Alabama Shake, foi preso na quarta, 24, por abuso infantil, de acordo com Stereogum. A fiança foi estabelecida em US$ 21,5 mil, e a primeira audiência é em 7 de abril.

Johnson, como descrito pela WHNT, foi acusado de "tortura dolosa, abuso doloso, e cruelmente espancar e maltratar um menor de 18 anos." A vítima não foi revelada.

+++ LEIA MAIS: Rosa Neon anuncia fim da banda com ode à amizade em 'A gente é demais': 'Cada um conseguiu sugar algo positivo da pessoa ao lado' [ENTREVISTA]

Procurados pela Rolling Stone EUA, nem a banda, nem o músico quiseram comentar a polêmica.

Aguardando julgamento, Johnson estava em período de condicional por violar uma ordem de restrição da ex-esposa. Em março de 2020, confessou ter invadido a casa da ex-esposa, além de tê-la ameaçado e perseguido. Ela o acusou de tê-la enforcado e machucado. Recebeu 24 meses, dois anos, de condicional na época.

+++ LEIA MAIS: Com histórias inéditas e universais, Tales quer expandir o Hip-Hop para além das comunidades negras: ‘A cultura Hip-Hop dominou o mundo’ [ENTREVISTA]

Johnson é um dos integrantes-fundadores do Alabama Shakes. Participou do lançamento dos dois discos da banda, Boys and Girls e Sound and Color, pelos quais receberam nove indicações ao Grammy; ganharam quatro.


 +++ KANT | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL