Rosa Neon anuncia fim da banda com ode à amizade em 'A gente é demais': 'Cada um conseguiu sugar algo positivo da pessoa ao lado' [ENTREVISTA]

Baka, Marcelo Tofani e Marina Sena se despedem do Rosa Neon, mas seguem com projetos solos - e, em entrevista à Rolling Stone Brasil, refletiram sobre presente, passado e futuro

Isabela Guiduci | @isabelaguiduci Publicado em 28/03/2021, às 11h00

None
Rosa Neon (Foto: Sarah Leal)

Não teria como encerrar um ciclo tão lindo de um jeito diferente: dançando. O Rosa Neon anunciou o fim da banda com otimismo e esperança em meio aos momentos conturbados que vivemos. Para se despedir grandiosamente do público - como foram os mais de dois anos de carreira - o grupo lançou o single e o videoclipe de "A Gente é Demais", na última quinta, 25 de março.

Em "A Gente É Demais", os três integrantes, Baka, Marcelo Tofani e Marina Sena, celebram a história do grupo e fazem uma ode à amizade, em uma música que transborda a identidade e estética do Rosa Neon. Repleta de luz, carisma, sensibilidade e força, a canção dá o recado: "Quero te encontrar, porque eu sei que a gente é demais."

+++LEIA MAIS: Conheça o Rosa Neon, banda pop queridinha de Djonga

"Surpreendentemente, escrevemos a música [A Gente É Demais] há um ano. De uma maneira quase que premonitória, porque naquele momento não passava ainda pela nossa cabeça o fim da banda. A música caiu como uma luva para esse final, porque é justamente como queremos que o público se lembre de nós", explica Tofani em entrevista à Rolling Stone Brasil.

O músico acrescenta: "O mais esperado seria terminar com um som introspectivo e melancólico, mas isso não retrataria o rosinha [apelido carinhoso da banda]. Preferimos fechar com o entusiasmo e esperança que a banda sempre teve, apontando para frente e para as novas experiências."

+++LEIA MAIS: Tuyo é escolhida pelo The New York Times como uma das melhores apresentações do SXSW 2021

[Colocar ALT]
Rosa Neon (Foto: Sarah Leal)

Acompanhado da canção, "A Gente É Demais" ganhou um clipe que também representa a estética do Rosa Neon, com aquela energia magnética e envolvente, que se tornou característica inconfundível do Rosinha.

"Penso que posso falar pelos três ao dizer que o sentimento que queríamos deixar é o de viver o presente. Não ter medo de correr riscos, se jogar no mundo, sentir-se livre, o clipe é cheio de metáforas sobre isso. Pequenas coisas que representam liberdade, como mover os móveis para dançar na sala ou gritar com a cabeça para fora da janela do carro. Essa é a lembrança e a inspiração que queremos deixar", complementa Baka

+++ LEIA MAIS: Tuyo é a banda que você deveria parar o que está fazendo e escutar agora [ANÁLISE]

O adeus como Rosa Neon é apenas um recomeço para os projetos solo dos integrantes, os quais seguem com as carreiras ativas. À Rolling Stone Brasil, Baka, Marcelo Tofani e Marina Sena refletiram sobre o passado, presente e futuro, que promete muita novidade dos três artistas. 

Rosa Neon, ou carinhosamente chamado de Rosinha, é uma banda mineira que começou a trajetória em 2018. Os integrantes, os quais vinham de carreiras independentes e autorais, uniram-se para pensar em um novo projeto. Anteriormente, Mariana Cavanellas somava ao grupo.

+++LEIA MAIS: Luedji Luna entrevista Anaiis, Anaiis entrevista Luedji Luna - e, juntas, apresentam-se no Cultura Inglesa Festival [ENTREVISTA]

A banda representa um pouco de cada um dos integrantes e, talvez por isso, seja tão fascinante: "O Rosa tem uma grande facilidade de comunicação, seja na estética musical ou visual. A gente soube chegar até as pessoas fazendo um som muito real e muito nosso", afirma Marina.

Para a cantora, a identificação com a banda se dá principalmente pela "fluidez nas mensagens". Ela complementa: "É o que mais vejo também na minha carreira solo. Foi tudo um grande aprendizado e essa história foi contada de uma maneira muito sincera. Tudo isso acaba tendo bastante a ver com a minha proposta artística na carreira solo."

+++LEIA MAIS: Os mergulhos interiores e criativos de Anelis Assumpção: da composição de Taurina à reinvenção durante a pandemia de coronavírus [ENTREVISTA]

Em pouco tempo, o grupo ocupou um espaço importantíssimo no cenário musical brasileiro e teve uma brilhante ascensão, principalmente após o lançamento do impecável disco homônimo em 2019. Com uma identidade excêntrica e única, o Rosa Neon conquistou o público rapidamente. 

Baka conta: "O Rosa nos levou para tantos lugares, fomos de Porto Alegre a Belém, sem falar na passagem por Portugal e Alemanha. Creio que a maior marca disso tudo é a troca com pessoas e lugares novos, conhecer outras artes faz com que a nossa se torne mais rica."

+++ LEIA MAIS: Lagum, Los Hermanos, Anavitória e mais: como os artistas ajudam produtores, técnicos de som e equipe

Inicialmente, a ideia era de um projeto mais "esporádico", com eventos e músicas pontuais, que acrescentariam a carreira solo de cada um, como contam no anúncio de despedida publicado no Instagram. 

Devido à rápida ascensão, porém, as agendas de compromisso aumentaram. Com isso, a ideia inicial foi substituída por uma grande centralização de energia nas responsabilidades como Rosa Neon, um dos fatores que influenciou a decisão dos integrantes pelo fim das atividades enquanto grupo.  

+++LEIA MAIS: Filho e netos de Gilberto Gil: como Gilsons se tornou acalanto em tempos de crise política e de saúde

"Cada pessoa da ‘família rosa’ conseguiu sugar algo positivo da pessoa ao lado, tanto no âmbito pessoal e emocional quanto no musical e artístico. Hoje, nós 3 nos sentimos muito mais maduros artística e emocionalmente, talvez um pouco mais preparados para alcançar o lugar que sonhamos", conclui Baka

Assista ao clipe de "A Gente É Demais":


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


Os projetos solos

Felizmente, poderemos acompanhar a caminhada de cada um destes três incríveis músicos. Sem Rosa Neon, Baka, Marcelo Tofani e Marina Sena seguem com lançamentos e projetos solos. 

"Logo mais vou lançar single novo e depois o meu primeiro disco solo. Estou muito confiante que os próximos passos serão tão felizes como esses dados nos últimos dois anos", conta Marina

+++LEIA MAIS: Porque foi ótimo ver o funk na apresentação de Cardi B no Grammy - e porque você devia pedir por mais [ANÁLISE]

[Colocar ALT]
Rosa Neon (Foto: Sarah Leal)

Assim como a cantora, Baka também tem "muita novidade guardada": "Estou terminando meu segundo disco solo, cheio de feats cremosos". Com Jaloo e Lucas Estrela, o músico produz o próximo disco de Gaby Amarantos, além disso, tem álbum da Velejante, EP de estreia do Marcelo DAI e "muito mais".

No entanto, os projetos de Baka não param por aí. O artista revela sentir vontade de passar conhecimento adiante: "Ultimamente também penso em montar um curso ou canal sobre musicalidade e passar para frente alguns ‘macetes’ da música."

+++LEIA MAIS: Funk brasileiro no palco do Grammy: assista performance de Carbi B e Megan Thee Stallion

Tofani tem singles preparados para a carreira solo, e inclusive, já está pensando e pré-produzindo os clipes: "Dentro do Rosa Neon, experimentamos com vários ritmos do pop, vários deles latinos. Nesse rolê, me apaixonei pelo reggaeton", afirma. 

"Penso que devo lançar um bocado de reggaetons daqui para frente. Me reconheço cada dia mais como um compositor de música pop, e é o que me dá mais tesão desde sempre", acrescenta. 

+++LEIA MAIS: HOTLIST #46

Na publicação de despedida no Instagram, os três também garantiram que futuramente podem colaborar uns com os outros nos projetos da carreira solo. Por fim, relembraram: "A nossa obra juntos fica e é eterna. É toda de vocês."

O Rosa Neon certamente deixará saudades. Ao mesmo tempo, porém, poderemos conhecer mais das peculiaridades e individualidades de cada um dos incríveis artistas. Baka, Marcelo Tofani e Marina Sena fizeram história como Rosinha e seguirão fazendo com os projetos solos.

+++LEIA MAIS: Com 'Coringa', Jão inicia nova era: 'É um álbum libertário' [ENTREVISTA]

Assista ao clipe de "Ombrim":


+++ KANT | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL