Cena deletada de Coringa revelaria o destino misterioso de Sophie, a "namorada" de Arthur Fleck

Em entrevista à IndieWire, diretor Todd Phillips tirou a dúvida de muitos espectadores sobre o final da personagem no filme

Redação Publicado em 06/11/2019, às 10h59

None
Coringa. (Foto: Reprodução)

Aparentemente, Todd Phillips mudou de ideia e decidiu revelar o que acontece nas cenas deletadas de Coringa. Em entrevista a IndieWire, o diretor contou que o corte final do filme excluiu um momento que revela o destino de Sophie na trama.

No filme, Artur Fleck possui graves distúrbios mentais que muitas vezes o fazem acreditar em alucinações e fazem o público questionar quais eventos do filme realmente aconteceram e quais foram fruto da imaginação do personagem. 

+++ LEIA MAIS: Coringa está prestes a atingir US$ 1 bilhão em bilheterias mundiais

O comediante idealiza uma relação amorosa com Sophie e momentos antes de se transformar no Príncipe Palhaço do Crime, ele invade o apartamento dela. A cena tensa termina logo após revelar que todos os momentos românticos do filme foram inventados por Fleck, mas não mostra se o Coringa a mata ou não.

Após diversas especulações dos espectadores, Phillips revelou: "Ele não a mata, definitivamente. Como diretor e roteirista, estou dizendo que ele não a mata. Gostamos da ideia que é quase como um teste para a audiência apontar ‘quão louco ele é?"

+++ LEIA MAIS: Coringa, Deadpool e mais: as 10 maiores bilheterias de filmes +18 [LISTA]

Ele completa: "A maior parte das pessoas com quem falei acham que ele não a matou porque entenderam a ideia de que ele só mata pessoas que lhe fizeram mal. Ela não tinha nada a ver com isso. A maioria compreendeu que, mesmo como vilão, ele estava vivendo sob um tipo de código. É claro que ele não mata essa mulher no corredor", disse o diretor.

Coringa estreou no dia 3 de outubro nos cinemas brasileiros e já conquistou diversos recordes. Ele se tornou o filme para maiores de 18 anos mais lucrativo de todos os tempos, o quarto maior filme da DC Comics e está prestes a bater a marca de US$ 1 bilhão em bilheterias mundiais.