Com 10% da população imunizada, Bolsonaro promete acelerar vacinação no país

Em jantar com empresários na quarta, 7 de abril, o presidente também assegurou a revitalização da economia

Redação Publicado em 08/04/2021, às 14h26

None
Jair Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete / Getty Images)

Na quarta, 7 de abril, Jair Bolsonaro (sem partido) se reuniu em jantar com diversos empresários. Um dos principais temas do encontro foi a vacinação no Brasil, que começou há quase três meses e abrange, atualmente, apenas 10% da população. Segundo pessoas presentes no jantar, o presidente prometeu acelerar a imunização no país.

Desde o início da pandemia, Bolsonaro se posicionou contra a vacinação e defendeu a não-obrigatoriedade da imunização. Além disso, o governo rejeitou 70 milhões de doses da Pfizer em 2020 e o presidente questionou efeitos colaterais da vacina no mês de dezembro: "Se você virar um jacaré, é problema seu".

+++LEIA MAIS: Após recorde de mortes por Covid-19, Bolsonaro anuncia: ‘Não vai ter lockdown nacional’

Em declaração à Folha de São Paulo, alguns presentes no jantar explicaram sobre a fala de Bolsonaro. Um deles disse que o presidente foi “ovacionado” ao prometer a aceleração da vacinação no Brasil.

Na reunião, realizada na casa do empresário Washington Cinel, de acordo com pessoas ouvidas pela Folha, Bolsonaro ainda destacou as duas fábricas brasileiras de vacina, uma da Fiocruz e outra do Butantan. 

+++LEIA MAIS: Bolsonaro menospreza recorde de óbitos por Covid-19: 'Em todo local está morrendo gente'

Além disso, o presidente pediu para os empresários focarem nos aspectos positivos do governo, não apenas nos negativos, assegurou a revitalização da economia e se comprometeu com a austeridade fiscal e reformas. 

Situação brasileira da vacinação

A primeira vacinação contra a Covid-19 no Brasil aconteceu em 17 de janeiro de 2021. Após quase três meses do início da imunização no país, apenas 21,3 milhões de pessoas (10% da população) receberam a primeira dose. Em relação à segunda dose, os números caem ainda mais: 2,86%. No ritmo atual de vacinação, segundo o IG, os 50% da população vacinada só serão alcançados em 2024. 

+++LEIA MAIS: Todo o mal que o kit-Covid pode te causar: Ivermectina, hidroxicloroquina e azitromicina não são eficazes para prevenir vírus

Na sexta, 2 de abril, a média diária de vacinação no Brasil era de 0,24 doses a cada 100 habitantes, conforme levantado pelo portal Our World in Data. O número é quatro vezes menor do que o ritmo de vacinação nos Estados Unidos, que chega a 0,89 a cada 100 habitantes.

Atualmente, o governo de Joe Biden, nos EUA, consegue vacinar diariamente cerca de 2,8 milhões de pessoas, enquanto o Brasil conseguiu imunizar 1 milhão de habitantes em 24 horas apenas duas vezes, conforme anunciado os dias 2 e 7 de abril de 2021.

+++LEIA MAIS: Ministro da Saúde é recebido aos gritos na USP: ‘Bolsonaro genocida, mais vacina e menos cloroquina’


+++ KONAI: 'ESTAMOS EM PRESSÃO CONSTANTE PARA SER O QUE NÃO É NOSSO NATURAL' | ENTREVISTA