Pulse

Coringa: Joaquin Phoenix revela inspiração sombria para criar a risada do personagem

Ator se baseou em transtorno psicológico para criar a risada do Coringa no novo filme

Redação Publicado em 15/08/2019, às 09h10

None
Joaquin Phoenix como Coringa (Foto: Reprodução / Empire)

Joaquin Phoenix contou em entrevista à revista italiana La Repubblica como se baseou em um transtorno psicológico para criar a risada do Coringa no filme solo do personagem. Ator relembra que começou o estudo do Palhaço do Crime pelo seu riso icônico.

“Eu assisti aos vídeos de pessoas que sofrem de uma risada patológica, um transtorno neurológico que faz com que indivíduos riam incontrolavelmente.” disse Phoenix.

Segundo especialistas, o transtorno, chamado de afeto pseudobulbar, faz o paciente perder o controle da manifestação de suas emoções, desencadeando risadas histéricas ou choros incontroláveis sem motivo. O transtorno pode surgir como um sintoma de traumatismo craniano, esclerose múltipla e acidente vascular cerebral.

A estreia de Coringa está marcada para 3 de outubro no Brasil, e, com base em um roteiro vazado, promete ser o filme mais polêmico do ano. Ainda não foi confirmado se o script é oficial ou não, mas se for, será o filme mais controverso baseado em um personagem de histórias em quadrinhos. Leia mais sobre a possível trama do filme aqui (lembrando que a notícia contém possíveis spoilers).

+++LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019