David Bowie previu o melhor e o pior da internet ainda em 1999; veja

"Estamos à beira de algo divertido e aterrorizante", afirmou o Camaleão do Rock

Redação Publicado em 26/02/2020, às 10h26

None
David Bowie (Foto:AP)

"O que a internet poderá fazer com a sociedade, de bom e ruim, é inimaginável", afirmou o Camaleão do Rock em uma entrevista de 1999. Ao lado do jornalista Jeremy Paxman, da BBC, David Bowie refletiu sobre o impacto que a internet poderia ter na indústria da música - e ele provou estar completamente certo há 20 anos. 

+++LEIA MAIS: Primeira imagem do filme sobre David Bowie é revelada; veja

"A internet é o agora e carrega a bandeira de ser subversiva, caótica e niilista". Durante o encontro, o icônico músico também discutiu sobre a "desmitificação entre o público e o artista", que, segundo ele, é uma das ferramentas poderosas da rede. Bowie também descreveu com precisão a indústria massiva, as fórmulas exatas para atingir o sucesso, e a cultura de quem está (e como estão) ouvindo as músicas. "Está se tornando cada vez mais sobre o público."

"Do meu ponto de vista, como artista, vejo uma nova construção. Penso que há um colapso em que o público é pelo menos tão importante quanto quem está tocando. É quase como se o artista fosse acompanhar o público". 

+++ LEIA MAIS:  Há 54 anos, David Bowie assumia nome artístico e lançava 1ª música creditada a ele

Durante a entrevista, Paxman contesta algumas alegações feitas por Bowie, mas o astro segue convicto. "Nem vimos a ponta do iceberg. Estamos à beira de algo divertido e aterrorizante". 

Bowie ainda brincou ao referir-se a própria canção "Life On Mars?": "Se existe vida em Marte? Sim, acabou de desembarcar aqui. O contexto real e o conteúdo propagado serão diferentes de tudo o que imaginamos no momento". 

Assista ao vídeo abaixo: 


+++ TITÃS CELEBRA ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN