Pulse

Elton John teve medo de não conseguir tocar sóbrio após reabilitação

"Cheguei a um ponto no qual me questionava se eu voltaria a trabalhar como Elton John", revelou o cantor em uma entrevista

Redação Publicado em 06/11/2019, às 15h17

None
Elton John (Foto: Matt Sayles/Invision for Black Ink/AP Images)

Em uma longa conversa para a capa da edição Recovery da Variety (voltada para abordar temas relacionados a vícios e batalhas contra eles), Elton John falou o medo que sentiu de nunca mais conseguir fazer um show depois de ter êxito no processo de reabilitação.

"Depois de finalmente me render e buscar tratamento para os meu vícios, cheguei a um ponto no qual me questionava se eu voltaria a trabalhar como Elton John novamente", declarou.

+++Leia mais: Madonna tratou Lady Gaga de maneira “nojenta e descortês,” diz Elton John

O ícone do pop também lembrou do nervosismo e insegurança que acompanharam a chegada do primeiro show sóbrio: "Quando chegou o dia, eu estava aterrorizado, mas consegui fazer a performance inteira. Foi a única fez aquele ano que pisei em um palco, e precisei fazer isso sozinho, sem a banda."

E completou: "Sou grato por ter ido logo de cara para essa parte mais difícil. Esse show me deu confiança e me mostrou que eu ainda conseguia tocar sóbrio."

+++Leia mais: Elton John relembra encontro com Elvis Presley que o levou a prever a morte do cantor

John também contou que frequentou inúmeros grupos de apoio, até quando estava em turnê, e participava de encontros em países nos quais sequer falava a língua, apenas para se manter "com o pé no chão", como ele mesmo descreveu.

"Naquela época, eu não pensava muito em ser um artista. Eu tinha atingido o fundo do poço na minha vida. [...] Eu me odiava muito. Fui consumido por vergonha. Tudo que eu queria era melhorar. Coloquei todo o resto de energia que eu tinha na minha recuperação", explicou.

Em julho desse ano, o lendário cantor e compositor comemorou 29 anos de sobriedade.