Terry Gilliam critica o movimento #MeToo e diz estar “cansado, como um homem branco, de ser culpado por tudo de errado com o mundo”

Anteriormente, o integrante do lendário grupo de comédia Monty Python também atacou o filme Pantera Negra

Redação Publicado em 05/01/2020, às 13h00

None
Terry Gilliam (Foto: Jorge Herrera / Getty Images)

Terry Gilliam acredita que as pessoas devem parar de culpar os homens brancos pelos problemas do mundo. Em entrevista ao The Independent, o ator e diretor também disse que as pessoas “trabalham muito para serem ofendidas”.

O cineasta ainda afirmou que o movimento #MeToo é uma “caça às bruxas” e que as vítimas de Harvey Weinstein, acusado de inúmeros abusos sexuais, queriam ganhar mais popularidade por meio das denúncias. 

+++ LEIA MAIS: Reunião do Monty Python tem ingressos esgotados em menos de 50 segundos

“O ponto é que você faz escolhas. Posso falar sobre uma atriz muito conhecida que me procurou e disse: ‘O que tenho que fazer para entrar no seu filme?’. Não entendo por que as pessoas se comportam como se isso não tivesse acontecendo desde a existência de pessoas poderosas. Entendo que os homens tiveram mais poder por mais tempo, mas estou cansado, como um homem branco, de ser culpado por tudo de errado com o mundo.”

Mais tarde, o ator e integrante do lendário grupo de comédia Monty Python, ainda descreveu a si mesmo como um “preta lésbica em transição” e, em seguida, explicou que era uma brincadeira para gerar reflexão. 

“Eu estou falando de ser um homem acusado de todas as coisas erradas no mundo porque sou branco. Então melhor não ser um homem. Melhor não ser branco. Ok, como eu não acho homens sexualmente atraentes, eu tenho que ser lésbica. O que mais eu posso ser? Eu gosto de garotas.”

+++ LEIA MAIS: Terry Gilliam critica produtores de Pantera Negra: “Nunca foram à África”

Ele completou: Eu só estou tentando fazer você começar a pensar. Veja, este é o mundo em que eu cresci e, com Python, nós podíamos fazer essas coisas e não ofendíamos as pessoas. Nós levávamos muitas risadas para as pessoas”.

Recentemente, o ator e diretor também ganhou repercussão na mídia ao dizer que Pantera Negra é uma “besteira” e ilude as crianças negras. 

“Isso [Pantera Negra] dá para as crianças negras a ideia de que aquilo é algo para se acreditar. Besteira. É besteira absoluta”, disse Gilliam à IndieWire.


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'