Freddie Mercury quebrou todo o camarim do Queen no Rock in Rio porque o chamaram de 'bicha'

O vocalista ficou muito irritado com as pessoas o chamando de 'bicha' nos corredores dos bastidores

Redação Publicado em 17/03/2020, às 14h33

None
Freddie Mercury, do Queen, em 1985 (Foto: Mark Allen / AP Photo)

Amin Khader - apresentador e promotor de eventos que trabalhou em três edições do Rock in Rio - contou, em uma entrevista ao Leo Dias, da vez em que assistiu à discussão de Freddie Mercury no camarim do Queen no Rock in Rio 1985, porque contratados do festival chamaram o vocalista de ‘bicha’.

+++ LEIA MAIS: Os 9 passos que transformaram Freddie Mercury em um gênio dos palcos [LISTA]

“Me lembro dele [Freddie] chegando de helicóptero. Ele perguntou quem estava nos corredores dos camarins, porque queria aquele espaço todo livre. Pediu cinco minutos para deixar todo o corredor livre. Cheguei no corredor e fui pedindo para ninguém ficar lá. Um pedido inusitado dele, né? Todos entraram nos camarins e exigiram uma garrafa de whisky. Sem permissão da família Medina eu falei que dava, só para eles entrarem”, começou. 

Ele continuou: "Aí passou o Freddie Mercury com aquela pose de superstar. Quando ele passou os artistas brasileiros e banda começaram a gritar 'bicha, bicha, bicha!'. O Freddie perguntou o que estavam falando dele e eu disse que era um elogio. Não adiantou, ele sacou que era algo errado, entrou no camarim e quebrou tudo."

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury e Queen ao vivo: assista aos 15 momentos históricos da banda nos palcos [LISTA]

"Ele jogou tudo pro alto. Ficou indignado. E eu tive que deixar tudo arrumado de novo pra ele. Fiquei desesperado e achei que tinha perdido meu emprego, mas a família Medina mandou repor tudo e ficou tudo bem. Nunca mais esqueci disso", contou. 


+++ GUNS N' ROSES: 11 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A BANDA