Pulse

Há 24 anos, Billie Joe foi preso por mostrar a bunda para plateia durante show

O vocalista do Green Day foi levado à delegacia logo após a apresentação

Redação Publicado em 21/10/2019, às 15h14

None
Billie Joe Armstrong, vocalista do Green Day (Foto: Stephan Solon/Divulgação)

Há 24 anos, o líder do Green DayBillie Joe Armstrong, foi intimado por exposição indecente e multado em US$141,00. O músico mostrou a bunda para mais de 6.000 pessoas em um show no Mecca Auditorium, em Milwaukee nos Estados Unidos, em 1995. 

Depois que o Green Day terminou a apresentação, os policiais levaram Billie Joe à delegacia de Milwaukee, onde ele foi citado por exposição indecente. Para ser liberado, o músico pagou a fiança de US$141,85 dólares.

O tenente Thomas Christopher da delegacia de Milwaukee explicou o que aconteceu: "O Sr. Armstrong deixou as calças no joelhos e expôs as nádegas à multidão. Depois do show, o Sr. Armstrong foi preso sob custódia e citação por exposição indecente. Ele pagou uma fiança e foi liberado."

+++Leia mais: Green Day não quer fazer um American Idiot 2 para Donald Trump: 'Ele que se f***' [ENTREVISTA]

Thomas disse que essa não era uma prisão real e Armstrong só precisaria ir ao tribunal se pretendesse contestar a acusação. Caso contrário, ele cometeu um "confisco civil" e a acontece um "julgamento padrão".

Os policiais se esforçaram para não atrapalhar o show, a fim de evitar um tumulto. Assim, esperaram até que as últimas notas fossem tocadas e apreenderam o vocalista do Green Day a caminho da limusine.

"O problema foi que ele se expôs a uma multidão de cerca de 6.000 pessoas. Incluindo pessoas com menos de dez anos. Essa foi a nossa principal razão para agir", disse o tenente Christopher.