Matty Healy do The 1975 desafia lei anti-LGBTQ+ e beija rapaz em Dubai

O cantor beijou um fã que estava na platéia durante a performance da música "Loving Someone"

Redação Publicado em 15/08/2019, às 10h16

None
Matty Healy no Lollapalooza Brasil 2019. (Thiago Almeida)

O The 1975 estava no meio de seu show na Arena Coca-Cola, em Dubai, quando o vocalista Matty Healy abandonou o palco para interagir com o público e colocar em prática seu conhecido hábito de beijar fãs. Mas, desta vez, Healy aproveitou o clima romântico de "Loving Someone" para abraçar um rapaz e em seguida perguntar se podia beijá-lo. E então, eles se beijaram.

Com isso, Healy desafia a lei anti-LGBTQ+ imposta em toda Arábia Saudita que define homossexualidade como um crime equivalente a 10 anos de prisão.

Após o show o cantor se pronunciou no Twitter e afirmou não tem certeza se conseguirá voltar para o país, mas que não se arrepende do ato.

"Obrigada Dubai, vocês foram incríveis. Eu não sei se nós seremos permitidos a voltar aqui devido ao meu comportamento, mas saibam que eu amo vocês e não teria feito nada diferente se me dessem outra chance." Em seguida ele completou: "Mas quem sabe eles me deixam voltar, vamos esperar e ver :)"

Apesar de Matty se declarar heterosexual, ele e a banda abraçam abertamente a causa LGBTQ+. Em 2018, o The 1975 doou dinheiro para ajudar a fundar o primeiro centro da comunidade LGBTQ+ em Londres.

LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019