Pulse

Michael Jackson é o artista morto que mais lucrou em 2019, segundo a Forbes

O cantor lidera o ranking pelo sétimo ano seguido, e gerou US$ 60 milhões desde outubro de 2018

Redação Publicado em 31/10/2019, às 08h56

None
Michael Jackson, em apresentação em Los Angeles, em janeiro de 1989 (Foto: Greg Allen / Retna Ltd./MediaPunch /IPX)

Pelo sétimo ano seguido, Michael Jackson segue como líder no ranking da Forbes das celebridades mortas que mais lucram. Desde outubro de 2018, o cantor arrecadou US$ 60 milhões.

Mesmo com o lançamento do controverso documentário Leaving Neverland, com foco nos casos de pedofilia associados ao artista, a lista publicada na última quarta, 30, mostra que as músicas dele tiveram 2,1 bilhões de reproduções nos serviços de streaming, um aumento em relação aos 1,8 bilhões registrados entre 2017 e 2018.

+++Leia mais: Filho de Michael Jackson diz que se sente guiado pelo pai: "algum tipo de orientação que nos conduz"

Os US$ 60 milhões gerados colocam Jackson na frente de Elvis Presley, que gerou US$ 39 milhões. Logo atrás, na lista, seguem Charles Schultz, o criador do cãozinho Snoopy e o jogador de golfe Arnold Palmer.

O catálogo de músicas da Mijac Music, o acordo de distribuição com a Sony e o espetáculo do Cirque du Soleil Michael Jackson:ONE, em Las Vegas, contribuiu para a fortuna póstuma do cantor.