Michael Jackson tinha medo de terminar como Elvis Presley, relembra Lisa Marie

Um dia após a morte do Rei do Pop, Lisa publicou uma carta aberta em que desabafa sobre uma conversa profunda que teve com o cantor

Redação Publicado em 27/02/2020, às 13h29

None
Michael Jackson e Lisa Marie Presley (Foto: AP Photo / Laurent Rebours)

Elvis Presley morreu com apenas 42 anos em 1977. Na época, Lisa Marie Presley, filha do astro, morava com a mãe, mas passava muito tempo na casa do famoso pai em Memphis, Graceland. No dia 16 de agosto, Marie estava lá. Tempo depois, foi revelado de que ela tentou revivê-lo várias vezes antes de Ginger Alden, namorada, encontrá-lo inconsciente no chão do banheiro.

+++ LEIA MAIS: Elvis Presley detestaria selfies, mas amaria tecnologia, imagina viúva Priscilla

A causa da morte foi registrada como ataque cardíaco, mas o histórico de uso de drogas de Elvis pode ter contribuído para isso. Anos depois, Lisa Marie começou um relacionamento com o Rei do Pop, Michael Jackson. O casamento durou apenas dois anos, embora Marie diga que eles passaram mais quatro anos tentando se reconciliar. 

+++ LEIA MAIS: Elton John lembra de Michael Jackson como "uma pessoa perturbadora" em autobiografia

Quando Jackson, em 2009, também foi encontrado morto. Vítima de intoxicação por propofol e benzodiazepina, o astro foi encontrado na própria residência em Holmby Hills, Los Angeles. 

Um dia depois da tragédia, Lisa publicou uma carta aberta no MySpace em que ela revelou que o Jackson tinha medo de morrer da mesma forma que o pai dela morreu, segundo o Express UK

"Anos atrás eu e Michael estávamos tendo uma conversa profunda sobre a vida em geral. Eu não lembro do que estávamos falando exatamente, mas ele pode ter me perguntado sobre as circunstâncias da morte do meu pai".

+++ LEIA MAIS: Revelações de Michael Jackson: namoradas secretas, planos de fuga e paranoia

"Em um momento ele parou, me encarou muito intensamente e me disse com uma certeza quase calma, "Penso que vou acabar como seu pai, da maneira que ele se foi". 

"Na hora tentei mudar de assunto, mas ele mexeu os ombros e suspirou como se estivesse apenas me comunicando sobre isso". 

"14 anos depois estou sentada aqui assistindo às imagens dos jornais de uma ambulância saindo da garagem da casa dele, uma multidão fora dos portões e fora do hospital e imaginando causa da morte e o que pode ter levado a ela quando a memória dessa conversa me atingiu, com lágrimas que não param". 

 +++ LEIA MAIS: Lisa Marie Presley relembra divórcio com Michael Jackson: ‘Eram as drogas e vampiros ou eu’


+++ TITÃS CELEBRA O ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN