NASA irá revisar nomes de planetas, estrelas e galáxias que podem ser preconceituosos

A Agência Espacial Americana anunciou a decisão na quarta, 5 de agosto

Redação Publicado em 06/08/2020, às 17h14

None
Logo Nasa (Foto: Divulgalção)

Na última quarta, 5 de agosto, a Agência Espacial Americana (NASA) anunciou a revisão de nomes de objetos cósmicos, como planetas, galáxias, estrelas e nebulosas, para não haver mais termos preconceituosos. As informações são do G1.

+++LEIA MAIS: Cientistas da NASA encontram evidências de universo paralelo em que o tempo corre para trás

Um exemplo de nome preconceituoso identificado pela agência é o da "nebulosa esquimó", a NGC 2392, restos de uma estrela parecida com o Sol. O apelido não será mais utilizado porque a palavra “esquimó” é entendida como antiga e racista, uma vez que foi imposta contra indígenas das regiões árticas. 

Além disso, a NASA deixará de usar o termo "galáxia dos gêmeos siameses" para se referir ao par de galáxias formado por NGC 4567 e NGC 4568, encontrado no Cluster Virgo Galaxy. Segundo a Agência, futuramente serão escolhidos nomes oficiais pela União Astronômica Internacional.

+++LEIA MAIS: NASA confirma filme no espaço estrelado por Tom Cruise

Thomas Zurbuchen, administrador-associado da Diretoria de Missões Científicas da NASA, falou sobre a decisão: "Apoio a nossa reavaliação contínua dos nomes pelos quais nos referimos a objetos astronômicos”.

Ele continuou: "Nosso objetivo é que todos os nomes estejam alinhados com nossos valores de diversidade e inclusão. Trabalharemos proativamente com a comunidade científica para garantir isso. A ciência é para todos, e todas as facetas do nosso trabalho precisam refletir esse valor".

+++LEIA MAIS: 3 séries de ficção científica mais delirantes disponíveis na Netflix


+++RAP, FUNK E PAGODE NA ENTREVISTA COM OROCHI: 'SOU ESSA MISTURA LOUCA' 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS