Oscar 2015: Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) leva prêmio de Melhor Filme

Longa estrelado por Michael Keaton faturou quatro estatuetas na premiação

Redação Publicado em 23/02/2015, às 02h28 - Atualizado às 03h05

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Divulgação

“Não importa quanto eles custaram, ou quanto eles renderam”, disse Sean Penn ao apresentar os concorrentes ao prêmio de Melhor Filme no Oscar 2015. Mesmo com uma concorrência pesada, Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) levou a estatueta mais importante na madrugada desta segunda, 23, a de Melhor Filme.

Com Birdman, Alejandro Iñárritu ganha estatueta de Melhor Diretor.

Novamente no palco para um discurso de agradecimento (ele já havia ganhado o prêmio de Melhor Diretor), Alejandro González Iñárritu brincou: "É possível que o próximo governo imponha leis de imigração no Oscar. Dois mexicanos ganhando prêmios é algo suspeito!”. Ele se referiu a Alfonso Cuarón, que ganhou o prêmio de Melhor Diretor em 2014 com Gravidade.

Distribuindo agradecimentos a quem ele havia esquecido no prêmio anterior, Iñárritu deu destaque a Michael Keaton, protagonista de Birdman. “Foi uma experiência tremenda”, disse o ator, se dirigindo ao microfone. “Pessoas extremamente ambiciosas. Foi uma grande honra.”

Roteiro escrito a oito mãos dá prêmio para Birdman

Antes de encerrar a fala, Iñárritu aproveitou para fazer um discurso político, tratando dos imigrantes nos Estados Unidos. “Queria pegar um segundo para dedicar este prêmio aos meus companheiros mexicanos”, disse ele. “Rezo para que possamos conseguir um melhor governo. E para que os imigrantes nos Estados Unidos sejam tratados com o mesmo respeito que os que vieram antes.”

Com Melhor Filme, Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) chegou a quatro estatuetas no Oscar 2015, se igualando a O Grande Hotel Budapeste. O longa de Keaton e Iñárritu, entretanto, levou alguns dos prêmios mais importantes da noite, entre eles Melhor Roteiro Original e Melhor Diretor, além de Melhor Filme do ano.

Michael Keaton fala em amadurecimento na primeira indicação dele ao prêmio.

Sobre Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)

Michael Keaton, no longa-metragem, é Riggan Thomson, um ator que está em baixa depois de ter vivido o super-herói Birdman em uma trilogia de filmes de sucesso. Thomson tenta se reinventar na Broadway estrelando, escrevendo e dirigindo uma peça sobre o poeta e escritor Raymond Carver.

Ele quer se manter honesto enquanto anda na corda bamba de Nova York, mas ainda é assombrado pelos poderes de seu antigo e bem-sucedido alter ego cinematográfico. Na sequência em que ele levita no camarim e debate com a voz de Birdman, que argumenta que o ator é bom demais para os “mariquinhas” do mundo do teatro, notamos que esta é a atuação da vida de Keaton.

Oscar 2015: atrizes renomadas fazem campanha contra perguntas fúteis no tapete vermelho.

Acompanhe a cobertura da Rolling Stone Brasil ao vivo, nas nossas redes sociais: Facebook.com/RollingStoneBrasil, @RollingStoneBr e Instagram.com/RollingStoneBrasil.