Paul McCartney revela o segredo do sucesso dos Beatles: ‘Não existem duas músicas iguais’

Em entrevista, o músico refletiu sobre o icônico quarteto ocupar a primeira posição da paradas na história da Billboard

Redação Publicado em 17/01/2020, às 11h14

None
Paul McCartney (Foto:The Yomiuri Shimbun/AP Images)

Aos 77 anos, Paul McCartney segue invicto. Depois de uma carreira lendária ao lado dos companheiros John Lennon, George Harrison e Ringo Starr, o baixista canhoto mais famoso do mundo segue lotando estádios com o repertório solo e também amparado pelas clássicas canções do quarteto como "Hey Jude", "Back in the U.S.S.R.", "Blackbird", "A Hard Day's Night" e "Helter Skelter". 

Em 2019, o ex-beatle deu uma entrevista para a Billboard em que refletiu sobre a própria banda ocupar oficialmente o posto de número um no ranking de melhores artistas de todos os tempos, e em carreira solo (incluindo o trabalho com Wings) estar em 12º lugar. 

Quando questionado se ele se surpreendia com esse fato, McCartney respondeu: "Isso é fantástico. Eles eram um ótimo grupo. Você sabe, eu não era do grupo. Nós éramos um ótimo grupo, no entanto. Quanto mais eu escuto, mais me surpreendo, porque muitas dessas coisas eram ao vivo. Você ouve as apresentações de Ed Sullivan e pensa: 'Uau".

+++ LEIA MAIS: Rolling Stones, Paul McCartney e mais: 7 das 10 turnês mais rentáveis da década são de artistas do rock

Para ele, essa foi a força por trás dos Beatles. "Fazíamos uma música e ela era um sucesso. Em vez de fazermos outra com a mesma fórmula, nós pensávamos: 'Ok. Já fizemos isso'. Se você coloca Beatles para tocar, você percebe que não existem duas músicas iguais". 

Na mesma entrevista, McCartney falou sobre o musical que está produzindo inspirando no filme It's a Wonderful Life (A Felicidade Não Se Compra, em português), que tem previsão de estreia para o final de 2020 no Reino Unido, além de anunciar que está recuperando o direito das músicas que escreveu para os Beatles: "Se você está envolvido, por que não ganhar?".

+++ LEIA MAIS: John Lennon tinha medo de como seria lembrado após a morte, diz Paul McCartney 

McCartney está supervisionando uma série de lançamentos de arquivo dos discos de Wings e solo, aos quais ele possui os direitos, e contou que ainda desempenha um papel ativo nos projetos de arquivo dos Beatles, pela Apple Records

Recentemente, em entrevista para o programa de rádio da BBC The World at One, Paul McCartney revelou ter gravado um disco de Natal. No entanto, o músico não planeja lançar o álbum, pois ele apenas é ouvido pela família dele em reuniões festivas.


+++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL