Phil Collins exige que Trump pare de usar 'In The Air Tonight' em campanha política

Presidente dos Estados Unidos tocou a música durante comício nesta quarta, 14

Redação Publicado em 15/10/2020, às 17h22

None
Phil Collins (Foto: AP / VICTORIA WILL)

Phil Collins entrou com uma ordem de 'cessar e desistir' contra o presidente Donald Trump depois do mesmo utilizar de forma não autorizada a música "In the Air Tonight", durante um comício em Iowa nesta quarta, 14. As informações são do site Consequence of Sound.

A faixa foi tocada logo antes de Trump subir ao palco para discursar, mesmo sem a equipe de campanha ter a permissão para colocá-la no evento.

+++ LEIA MAIS: Tommy Lee, do Motley Crue, comenta momento bizarro de Trump com a bandeira dos EUA: 'Que diabos há de errado com você?"

Em declaração ao site, um representante de Collins comentou: "Estamos bem cientes do uso dessa música pela campanha de Trump e já emitimos uma carta de ‘cesse e desista’ por meio de nossos advogados que continuam monitorando a situação".

O CoS também ressaltou sobre a escolha inadequada da canção ('No ar hoje à noite', em tradução livre), já que houve o aumento dos casos de covid-19 no Estado. 

Essa não é a primeira vez que Trump entra em polêmicas sobre tocar músicas não autorizadas em comícios. Artistas como The Rolling Stones, Neil Young e o espólio de Leonard Cohen ameaçaram de entrar com ação legal contra o presidente.


+++ OROCHI | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL