Por que Axl Rose quase foi preso no Brasil, em 1992, durante turnê dos Guns N' Roses?

A passagem do vocalista por São Paulo foi conturbada

Redação Publicado em 05/03/2020, às 16h40

None
Axl Rose em 1988 (Foto:Gene Ambo / MediaPunch /IPX)

Em dezembro de 1992, o Guns N’ Roses fez uma turnê na América do Sul que passou pelo Brasil e que resultou na quase prisão de Axl Rose. A banda fez dois shows em São Paulo e um no Rio de Janeiro. 

+++LEIA MAIS: O quanto a voz de Axl Rose mudou? Vídeo mostra evolução do vocalista do Guns N' Roses

A passagem de Axl Rose por São Paulo, contudo, foi conturbada. Como a banda atraiu os olhares da imprensa e dos fãs, o grupo foi perseguido por fotógrafos na capital paulista. E, devido ao temperamento explosivo do músico, ele jogou uma cadeira em direção aos jornalistas da sacada do Hotel onde eles estavam hospedados. 

Mesmo que o ocorrido não tenha machucado ninguém, a Polícia alegou que o músico colocou a vida de seres-humanos em perigo ao lançar uma cadeira giratória pesada em um grupo de pessoas de uma altura cerca de 10 metros. 

+++LEIA MAIS: A vez em que Axl Rose se atrasou para um show do Guns N' Roses para assistir Tartarugas Ninjas

A Polícia acusou o vocalista do Guns N' Roses e tinha 30 dias para apresentar o caso a um Juiz e ele poderia pegar até um ano de prisão. 

O caso, no entanto, foi resolvido em questão de horas, Axl Rose não chegou a ir para a prisão e a Polícia não deu sequência na acusação.

+++ LEIA MAIS: Há 32 anos, o Guns N' Roses dominava o mundo como os últimos selvagens do rock com o disco Appetite For Destruction


+++ KAROL CONKA NO DESAFIO 'MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO'