Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / França

Queixa de assédio feita contra Gérard Depardieu é rejeitada por promotores

O Ministério Público considerou que a queixa apresentada pela atriz francesa Hélène Darras está fora do prazo de prescrição

GErar= (Foto: Clemens Bilan/Getty Images)
GErar= (Foto: Clemens Bilan/Getty Images)

A promotoria francesa recusou a acusação feita pela atriz Hélène Darras, que denunciou o ator Gérard Depardieu. O crime teria acontecido em 2007, quando os dois integravam o elenco do filme Nos Embalos da Disco, lançado no ano seguinte. O Ministério Público considerou que a denúncia está fora do prazo de prescrição, segundo a Variety.

A queixa de Darras foi feita em setembro de 2023, após a atriz ter sido chamada para ser testemunha em um caso em uma investigação em curso ligada a um processo movido por Charlotte Arnould contra Depardieu.

+++LEIA MAIS: Emmanuel Macron defende Gérard Depardieu em meio a alegações de agressão sexual: 'deixa a França orgulhosa'

Um relatório investigativo publicado em abril acusa o ator de agredir mais de uma dúzia de mulheres. Em 2021, ele foi acusado de estupro. O relatório investigativo nomeou 13 mulheres no total, todas acusando Depardieu de má conduta sexual. “Não há outras mulheres, até hoje, cujos depoimentos no âmbito desta investigação tenham fornecido novos elementos ao juiz”, declarou o Ministério Público.

Gérard Depardieu não foi condenado por nenhuma denúncia. No final do ano passado, mais de 60 artistas assinaram uma carta em defesa do ator e alegando que ele está sofrendo uma “torrente de ódio”. A carta, assinada pela atriz britânica Charlotte Rampling e pela ex-primeira-dama francesa, Carla Bruni, entre outras, afirmava que “quando Gérard Depardieu é atacado desta forma, é a arte que está sendo atacada”.

+++LEIA MAIS: Gérard Depardieu publica carta aberta se defendendo de acusação de agressão sexual: ‘Não sou estuprador, nem predador’