Sebastian Bach não perdoa artistas que fazem show em 2020: 'Não se importam que os fãs morram'

O músico criticou a retomada das apresentações presenciais em um post no Twitter

Redação Publicado em 11/08/2020, às 07h48

None
Sebastian Bach (Foto: AP)

Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row, criticou os artistas que voltaram a realizar shows nos Estados Unidos após a flexibilização das regras de isolamento social em algumas partes do país, segundo a Loudwire

Chris Jericho, vocalista da banda Fozzy, por exemplo, defendeu recentemente a decisão da banda de realizar shows em locais com poucos índices de contaminação de coronavírus, como os estados da Dakota do Sul e do Norte. 

+++ LEIA MAIS: 'Fod*-se essa mer** de Covid', diz vocalista do Smash Mouth durante show lotado

Contudo, Bachnão perdoou os artistas que retomaram a rotina de apresentações e se manifestou sobre o assunto no Twitter. 

“Quaisquer ‘músicos’ anunciando shows de rock ‘n’ roll neste momento, nos Estados Unidos, apenas se importam em pegar seu dinheiro e não se importam que vocês vivam ou morram”, escreveu Bach em uma postagem, a qual foi deixada em destaque no perfil do dele. 

+++LEIA MAIS: Coronavírus deixou sequela bizarra em baterista do Death Angel

No mesmo dia, um usuário concordou com o posicionamento do músico e elogiou Bach pela coragem de se manifestar publicamente durante a crise de covid-19. Em resposta, o cantor escreveu: “Meus fãs significam tudo para mim, eles me deram uma vida incrível. Eu vou protegê-los. Meus fãs, na realidade, significam mais do que o dinheiro”. 


+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS