Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Johnny Depp e Amber Heard: Julgamento é destaque em trailer de filme que recria o caso

Intitulado Hot Take: The Depp/Heard Trial, filme sobre julgamento de Johnny Depp e Amber Heard estreia na próxima sexta, 30

Redação Publicado em 29/09/2022, às 15h55

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cena de Hot Take: The Depp/Heard Trial (Foto: Reprodução/Tubi)
Cena de Hot Take: The Depp/Heard Trial (Foto: Reprodução/Tubi)

Julgamento de difamação entre Johnny Depp e Amber Heard que marcou 2022 será retratado no filme Hot Take: The Depp/Heard Trial, o qual teve trailer lançado na última quarta, 28. O longa é produzido pelo serviço de streaming Tubi.

O elenco conta com Mark Hapka e Megan Davis como Depp e Heard, respectivamente, e o filme tem lançamento marcado para a próxima sexta, 30, gratuitamente. Vale lembrar como a plataforma da Tubi, por ser de graça, conta com anúncios.

+++LEIA MAIS: Dakota Johnson responde críticas após caso Johnny Depp e Amber Heard: ‘Pelo amor de Deus, por que estou envolvida?’

Hot Take: The Depp/Heard Trial tem direção de Sara Lohman e roteiro de Guy Nicolucci, e o elenco também conta com nomes como Melissa Marty (Camille Vasquez, advogada de Depp) e Marry Carrig (Elaine Bredehoft, advogada de Heard). Assista ao trailer abaixo:

"Com nossos parceiros da MarVista, este Tubi Original foi acelerado em produção para capturar uma visão oportuna de uma história que se tornou parte do zeitgeist cultural, pintando uma imagem única do que milhões assistiram nas manchetes durante o verão," afirmou Adam Lewinson, CCO do Tubi (via PEOPLE).

+++LEIA MAIS: Johnny Depp e Amber Heard se acusam de editar fotos com hematomas e machucados; entenda

Julgamento entre Johnny Depp e Amber Heard

Depp ganhou a ação de difamação contra a ex-esposa no Tribunal do Condado de Fairfax, na Virgínia, EUA. Durante o processo, foram ouvidos mais de 100 horas de depoimentos de testemunhas, além de áudios gravados e depoimentos ao vivo de Depp e Heard, de acordo com a CNN Brasil.

O processo de difamação movido contra a atriz é baseado em um artigo escrito por ela em 2018 para o jornal The Washington Post. Nele, a artista não cita Depp, mas afirma ser uma “figura pública que representa abuso doméstico.” Vale lembrar como processo de julgamento do ex-casal começou em 11 de abril.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp está namorando uma de suas advogadas, diz site