Sex and the City: Morte chocante em And Just Like That... foi planejada desde o início; entenda

Michael Patrick King, produtor de Sex and the City, explica como morte de grande personagem em And Just Like That… relaciona-se com final da série em 2004

Beatriz Bim (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 12/12/2021, às 15h15 - Atualizado em 19/12/2021, às 14h30

None
Sarah Jessica Parker em And Just Like That… (Foto: Reprodução)

[Atenção: esta publicação contém spoilers de And Just Like That…]

Michael Patrick King, produtor de Sex and the City(1998) revelou que a chocante morte de um dos personagens principais de And Just Like That… (2021) foi planejada há muito tempo. (Via ScreenRant)

+++LEIA MAIS: Sex And The City: Por que revival chama And Just Like That...? Kristin Davis responde

O primeiro episódio de And Just Like That… terminou com a morte do marido de longa data de Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker), Mr. Big (Chris Noth). O casal vivenciou uma trajetória de idas e vindas na série dos anos 1990, se casaram no filme de 2008 e permaneceram juntos desde então. Mas a felicidade do casal acabou no revival, após Big ter um ataque cardíaco no apartamento dele em Manhattan.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por And Just Like That... (@justlikethatmax)

 

Em entrevista à Entertainment Weekly, King explicou como a morte do personagem foi inspirada na narração de Carrie no episódio final de Sex and the City: “[Decidimos que Mr. Big morreria] antes [de criar o show]."

+++LEIA MAIS: Sex and The City: Onde está Samantha no revival And Just Like That?

King continuou: "Quer dizer, não faria o revival se não tivesse um impulso forte [de explorar a pergunta:] É melhor ter amado e perdido do que nunca ter amado? [...] Também me senti confortável porque o DNA [da série] é o mesmo. As pessoas esquecem, Carrie nunca teve Big na série. Ela o teve brevemente - um ou dois minutos. E ela não tem Big agora. É apenas uma circunstância diferente.”

Michael também comentou sobre o questionamento dos fãs: “As pessoas perguntam: ‘Como você pôde fazer isso?’ A última narração da série é o motivo pelo qual fiz isso. Todo mundo pensa que o final feliz é quando ela está na rua e Big diz: ‘Estou indo, baby!’ E realmente é. Mas também é a narração de Carrie sobre o fato do relacionamento mais significativo, desafiador e amoroso possível é o que você estabelece consigo mesmo. [...]”

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por And Just Like That... (@justlikethatmax)

 

+++LEIA MAIS: Sex and the City: Sarah Jessica Parker critica ‘falas misóginas’ sobre idade do elenco em revival

A morte de Big estava planejada para ocorrer em Sex and the City 3, caso o filme fosse produzido. O roteiro original apresentava Big morrendo exatamente da mesma maneira, levando os amigos de Carrie a correrem para ajudá-la. Com o acréscimo de vários anos, o momento tornou-se ainda mais comovente, e a personagem é empurrada de volta à vida solteira de Nova York contra vontade.


Sex and the City: o que sabemos sobre o revival?

Em janeiro de 2021, Parker anunciou o revival com novos membros adicionados ao elenco: Sara Ramirez (Grey's Anatomy), Nicole Ari Parker (Boogie Nights - Prazer Sem Limites), Karen Pittman (The Morning Show) e Sarita Choudhury (The Green Knight). Os primeiros dois episódios de And Just Like That… estrearam em 9 de dezembro e o restante será lançado todas as quintas na HBO Max. Confira o trailer: