Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Bruce Willis estrela comercial graças a deepfake - e resultado impressiona

Por conta do diagnóstico de afasia, Bruce Willis vendeu direitos de imagem para 'conseguir estrelar' filmes, séries e comerciais; veja resultado

Redação Publicado em 30/09/2022, às 10h59

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Deepfake de Bruce Willis em comercial (Foto: Reprodução/YouTube)
Deepfake de Bruce Willis em comercial (Foto: Reprodução/YouTube)

Um dos atores mais icônicos dos últimos anos, Bruce Willis anunciou aposentadoria na carreira após ser diagnosticado com afasia, distúrbio de linguagem motivado por dano cerebral que afeta a capacidade de comunicação. Porém, isso não o impediu de estrelar um comercial - e tudo graças ao deepfake.

Com o diagnóstico de afasia, o astro vendeu os direitos de imagem dele para a empresa de tecnologia Deepcake focada em deepfake. Vale lembrar como ele é a primeira estrela de Hollywood a fazer isso. Então, o rosto e voz dele podem ser usadas em filmes e na TV.

+++LEIA MAIS: Dublê de Bruce Willis revela como ator 'mudou' antes do diagnóstico de afasia: ‘Parecia distraído’

Como o documentário Tech To The Future revelou, segundo informações do Metro, o acordo inovador abre caminho para que artistas mortos sejam trazidos de volta à vida. Com a tecnologia deepfake, Bruce Willis "estrelou" um anúncio de telefone russo com o rosto dele colocado no corpo de um dublê fisicamente parecido com o ator.

Comercial com deepfake de Bruce Willis
Comercial com deepfake de Bruce Willis (Foto: Divulgação)

Como deepfake pode representar um grande marco na história de Hollywood?

Sandro Monetti, diretor de Tech To The Future, explicou como o desenvolvimento do deepfake pode mudar Hollywood para sempre, visto que Deepcake pretende se tornar a maior agência global de talentos. "Eles estão pensando maior do que apenas usar essa tecnologia para reels legais do Instagram," disse. "[A empresa] quer uma grande fatia do bolo de dinheiro [da indústria] - e se conseguir os direitos de estrelas vivas e mortas, eles podem chegar lá."

Os atores de hoje agora têm a chance de dividir a tela com ídolos clássicos como Cary Grant ou Marilyn Monroe. Se essa tecnologia estivesse disponível um pouco antes, poderíamos ter visto Elvis na própria cinebiografia dele.

+++LEIA MAIS: Filha de Bruce Willis, Scout, agradece apoio após diagnóstico de afasia do ator: 'Muito grata pelo amor de vocês'

Para assistir ao comercial com deepfake de Bruce Willis, clique aqui.