Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Kanye West tem redes sociais bloqueadas após comentários antissemitas

Contas de Kanye West no Twitter e Instagram não foram deletadas após comentários antissemitas, mas estão impossibilitadas de fazerem publicações

Redação Publicado em 10/10/2022, às 08h58

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Kanye West (Foto: Getty Images)
Kanye West (Foto: Getty Images)

Após polemizar ao usar camisa que diz "Vidas Brancas Importam" na Paris Fashon Week, Kanye West teve contas no Twitter e Instagram bloqueadas após comentários antissemitas em publicações, segundo informações do CBS News.

Em comunicado emitido ao veículo de notícias, Twitter explicou como a conta do rapper na rede social foi banida "devido a uma violação das políticas" do site. A empresa tomou essa decisão após West fazer uma ameaça em referência ao DEFCON, sigla usada pelo Pentágono para indicar o nível de ameaças que o país enfrenta de outras nações.

+++LEIA MAIS: Kanye West menciona ataques a Lizzo e diz que body positivity é 'demoníaco'

Além disso, o músico escreveu no post já apagado como "o engraçado é que eu realmente não posso ser anti-semita porque os negros também são judeus." Já no Instagram, ele perdeu a conta após postar capturas de tela de uma suposta conversa com o rapper Sean "Diddy" Combs, na qual Kanye West sugeriu como o colega de profissão era controlado por judeus.

"Usarei você como exemplo para mostrar ao povo judeu que lhe disse para me ligar que ninguém pode me ameaçar ou influenciar," alegou. Assim como aconteceu no Twitter, o post também foi deletado do Instagram.

+++LEIA MAIS: Kanye West: Camiseta Vidas Brancas Importam 'valida comportamento extremista', diz família de vítima de racismo

Vale lembrar como as contas de Kanye West no Twitter e Instagram não foram deletadas, mas as últimas publicações são de dois dias atrás. Ou seja, ele está impossibilitado de fazer postagens no momento em que o texto é escrito.


Kanye West menciona ataques a Lizzo e diz que body positivity é 'demoníaco'

Kanye 'Ye' West citou ataques a Lizzo para defender próprio ponto em entrevista à Fox News na última quinta. Segundo o músico, mídia tenta propagar ideia de que estar "acima do peso" é uma boa ideia.

+++LEIA MAIS: Kanye West explica motivo de colocar Kris Jenner no perfil do Instagram: 'Mudar a narrativa'

Ye mencionou, sem provas, que ao compartilhar nas redes sociais que perdeu peso, Lizzo recebe críticas de bots para reforçar conceitos do body positive. "Lizzo trabalha com um amigo meu, Harley Pasternak. Quando ela perde 4,5 kg e anuncia isso, os bots do Instagram a atacam por perder peso. A mídia quer colocar essa perspectiva de que acima do peso é a nova meta, quando não é saudável," afirmou.

"Deixando de lado se é fashion - o que não é - ou se alguém acha atraente. É, na verdade, clinicamente prejudicial à saúde. E para as pessoas que promovem isso, é demoníaco," continuou o rapper.

+++LEIA MAIS: Kanye West no Super Bowl? Cantor indica colaboração com Rihanna em show

Perguntado sobre a razão pela qual a mídia gostaria de promover atitudes prejudiciais à saúde, West foi ao extremo e disse: "É genocídio da raça negra. Eles querem nos matar de toda forma possível."