Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Opinião

A música de Elis & Tom com a ‘letra mais importante da música brasileira’

À Rolling Stone Brasil, Roberto de Oliveira, diretor de documentário sobre Elis & Tom, afirmou como canção é 'revolucionária e muito bonita'

Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você (Foto: Divulgação/O2 Play)
Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você (Foto: Divulgação/O2 Play)

Lançado há 49 anos, Elis & Tom (1974) ainda tem grande relevância na música brasileira e é aclamado por diversas pessoas no Brasil e exterior. Diretor de Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você, documentário que mostra os bastidores do icônico disco de Elis Regina e Tom Jobim, Roberto de Oliveira opinou como o disco possui a "letra mais importante da música brasileira."

Durante entrevista à Rolling Stone Brasil, Oliveira explicou como o disco em questão é perfeito, visto que "ninguém consegue encontrar defeito" ao escutá-lo. Segundo o cineasta, isso é uma coisa rara, porque sempre tem alguma coisa que você não gosta numa obra. Além disso, ele pontou como a música de abertura demonstra bastante a força de Elis & Tom.

+++LEIA MAIS: Documentário de Elis & Tom mostra como um álbum ‘improvável’ mostra o poder da música e arte, diz diretor

"Ele é puxado por uma música icônica, 'Águas de Março.' Talvez seja a letra, na minha opinião, mais importante da música brasileira pela construção e ligação com a natureza," afirmou. "O arranjo começa com o canto de pássaro e as referências todas feitas à natureza, numa época que era um fator tão importante."

É uma letra impressionante. Não tem verbo. Só tem o ‘é,’ usado como verbo de ligação. Não tem verbo de ação. É uma letra revolucionária e muito bonita. Tudo se mistura. ‘Águas de Março’ é a grande estrela desse filme.

Em seguida, Roberto de Oliveira aproveitou para pontuar a importância de Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você: "Ele mostra uma época e ele é um registro para as pessoas hoje, para os jovens e quem está consumindo música agora perceber a diferença, não para melhor ou pior, que existia entre a canção naquele naquela época e a canção hoje."

+++LEIA MAIS: Relembrando Elis Regina: as memórias dos filhos da Pimentinha

"Canção hoje é mais utilitária para você professar uma fé, para você convocar as pessoas para uma ideia, para você agregar, para você festejar. Naquela época, a canção era feita mais voltada para construção de uma obra de arte," continuou o diretor que estava presente nas gravações de Tom & Elis em Los Angeles.

Essa mudança é interessante. A canção como existia naquela época não existe mais. Ela mudou. Então eu acho que esse disco tem muita coisa a ensinar, a mostrar e esclarecer.

Elis e Tom, Só Tinha de Ser com Você estreou em 21 de setembro de 2023 nos cinemas brasileiros e segue em cartaz.

+++LEIA MAIS: Filho de Elis Regina considera show 3D da cantora